Mundo

Um grupo de 230 investidores institucionais, responsáveis pela gestão de US$ 16,2 trilhões, está pedindo às empresas que ajam contra o desmatamento e as queimadas que vêm atingindo a floresta amazônica. O documento foi divulgado pela ONG Ceres, sediada nos Estados Unidos, que reúne investidores e ambientalistas na promoção da sustentabilidade da economia. (G1)