Economia

Déficit primário nas contas públicas de janeiro a agosto cai 14% em comparação com 2018. No mês de agosto, o governo central gastou R$ 16,9 bilhões a mais do que foi arrecadado. No acumulado dos primeiros oito meses de 2019, o chamado déficit primário, que exclui os gastos com a dívida pública, somou R$ 52 bilhões no negativo. Esse valor é 14% menor que no mesmo período de 2018. O órgão acredita que o déficit menor no mês passado ocorreu, principalmente, por dois fatores: a redução das despesas obrigatórias; e também por causa do financiamento público eleitoral de 2018, que não existiu neste ano.

( Fonte: Jornal do Comércio )