Polícia

O julgamento da arquiteta Adriana Villela, previsto para terminar na semana passada, só deve ser concluído nesta semana. A expectativa é de que os sete jurados que compõem o júri anunciem o veredito a partir desta terça-feira.

Adriana é acusada de ser a mandante de um crime de triplo homicídio. No dia 28 de agosto de 2009, o ministro aposentado do Tribunal Superior Eleitoral José Guilherme Villela e a esposa dele, a advogada Maria Villela, pai e mãe de Adriana, foram mortos junto com a empregada Francisca Nascimento Silva. (EBC)