Saúde em Foco

A pesquisa dos três envolve entender como as células detectam e se adaptam à disponibilidade de oxigênio; aplicações dessas descobertas já estão sendo feitas em tratamentos contra anemia e podem levar a estratégias para tratar algumas formas de câncer.

Os americanos William Kaelin e Gregg Semenza e o britânico Sir Peter Ratcliffe são os ganhadores do Prêmio Nobel 2019 de Medicina. A pesquisa dos três envolve entender como as células detectam e se adaptam à disponibilidade de oxigênio. Aplicações derivadas dessas descobertas já estão sendo feitas em tratamentos contra anemia, segundo o comitê do Nobel, e podem levar a estratégias para tratar algumas formas de câncer.

(Fonte: G1)