Política

O governista Partido Socialista venceu a eleição parlamentar de domingo em Portugal, mas ficou aquém de uma maioria absoluta, o que significa que o primeiro-ministro António Costa terá que negociar um novo acordo com um ou os dois partidos de extrema-esquerda.

Algumas semanas atrás, pesquisas de opinião mostravam que Costa, cuja aprovação foi favorecida por uma economia robusta, tinha possibilidade de conseguir uma maioria plena. No fim, os socialistas saíram mais forte do que na eleição de 2015, mais ainda necessitado de aliados.

“Ficou claro nesta eleição que o PS está reforçado e que os partidos aliados consolidaram suas posições”, disse Costa, com um sorriso amplo, aos apoiadores que bradavam “Vitória! Vitória!”

(Fonte: Reuters)