Brasil

A concentração de renda no Brasil bateu recorde em 2018, quando o rendimento médio mensal real da parcela de 1% da população de maior renda atingiu 33,8 vezes o da parcela com menor rendimento. De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quarta-feira, 1% da população tinha rendimento médio mensal 27.744 reais. Já 50% da população tinham renda de 820 reais. A pesquisa foi iniciada em 2012.

“O aumento da concentração de renda tem a ver com a recessão de 2015 e 2016 que afetou o mercado de trabalho e provocou um aumento no desemprego”, disse à Reuters a economista do IBGE Maria Lúcia Vieira.

(Fonte: Reuters)