Jornal da Manhã

A China está buscando US $ 2,4 bilhões em sanções retaliatórias contra os Estados Unidos por não conformidade com uma decisão da OMC em um caso de tarifas que data da era Obama, mostrou um documento publicado na segunda-feira.

Os juízes de apelação da OMC disseram em julho que os Estados Unidos não cumpriam totalmente uma decisão da OMC e poderiam enfrentar sanções chinesas se não removerem certas tarifas que infringem as regras do órgão de fiscalização.

O órgão de solução de controvérsias da OMC deu a Pequim um sinal verde para buscar sanções compensatórias em meados de agosto. Os Estados Unidos disseram na época que não consideravam válidas as conclusões da OMC e que os juízes haviam aplicado “a interpretação legal incorreta nesta disputa”.

(Fonte: Reuters)