MB News

O governador Romeu Zema (Novo) fez um balanço do seu primeiro ano de governo, na manhã desta terça-feira (12), e disse que sua gestão tem se pautado por só anunciar aquilo que pode cumprir. “Isso é responsabilidade e seriedade com a coisa pública”, afirmou.  A fala foi feita pouco antes de a equipe econômica do governo informar que o acordo fechado com a Assembleia – para votar o projeto que antecipa recursos do nióbio – garante o pagamento do 13º do funcionalismo, mas não no dia 21 de dezembro. Com isso, o estado segue sem data definida para pagar o benefício.

Designado para falar sobre o assunto, o secretário de Planejamento e Gestão Otto Levy disse que o estado não tem dinheiro em caixa para pagar o 13º com recursos próprios e ser ressarcido depois com a verba do nióbio, como sugeriu o líder de governo Luiz Humberto (PSDB). Por isso, o mais provável, pelas datas anunciadas de votação no Legislativo e os prazos informados pelo Executivo, é que o benefício natalino seja quitado somente em janeiro.

Fonte: UAI