MB News

Depois de o governo de Minas acenar com a possibilidade de adiar o pagamento do 13º para o ano que vem, a Assembleia Legislativa decidiu acelerar a tramitação do projeto de lei que antecipa R$ 4,5 bilhões em créditos do nióbio.

Na manhã desta quarta-feira, os deputados estaduais fecharam acordo para votar o texto em primeiro turno já na quarta-feira da semana que vem, dia 20. E a aprovação final, que seria até o último dia dos trabalhos legislativos, agora está prevista para no máximo na primeira semana de dezembro. Parar adequar a agenda à necessidade do Executivo, os parlamentares decidiram adiar a audiência na Comissão de Minas e Energia, inicialmente marcada para o dia 20, para depois da votação do texto em primeiro turno.

Fonte: Uai