Jornal da Manhã

O governo de Minas e representantes das forças de segurança de Minas Gerais chegaram a um acordo sobre a recomposição dos pagamentos em reunião na manhã desta sexta-feira (22). Um dos compromissos apresentados pelo governo estadual é encerar o parcelamento do salário dos servidores da área de segurança a partir do mês que vem. Em relação à compensação de perdas inflacionárias desde 2015, o governo apresentou o seguinte de 2020; 12% na folha de pagamento de setembro de 2021; e 12% na folha de pagamento de setembro de 2022.

No encontro com o secretário de Planejamento Otto Levy, o governo se comprometeu também a pagar integralmente o abono fardamento na folha de abril do próximo ano. O governo enviará para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), até o dia 3 de fevereiro, um projeto de lei que viabilizará a recomposição salarial seguindo as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal. Ainda segundo o governo de Minas, caso não ocorra a operação da venda antecipada dos royalties do nióbio, o pagamento do décimo terceiro salário da segurança pública será feito em três parcelas: 21 de dezembro; 21 de janeiro; e 21 de fevereiro.

Fonte: Estaminas