Mundo

O senador norte-americano Bernie Sanders passou no teste de estresse este mês depois que um ataque cardíaco exigiu a colocação de dois stents em uma artéria em outubro, disseram nesta segunda-feira os médicos do candidato à indicação democrata para e eleição presidencial de 2020.

A campanha de Sanders divulgou cartas de seu médico principal e de dois especialistas em coração, que deram ao pré-candidato de 78 anos um atestado de saúde após exames físicos, monitoramento de eletrocardiograma e teste de esforço em esteira.“O sr. Sanders está mais do que preparado para realizar atividades vigorosas e uma ocupação que exige resistência e capacidade de lidar com muito estresse”, disse Philip A. Ades, diretor de reabilitação cardíaca do Centro Médico da Universidade de Vermont (UVM), onde o senador fez o teste de estresse em 11 de dezembro. Ades afirmou na carta que a capacidade de exercício de Sanders estava na média para homens saudáveis de sua idade sem doença cardíaca conhecida.

Fonte: Reuters