Mundo

Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, qualifica China como “ameaça central” dos nossos tempos.

A administração Trump tem repetidamente referido durante os últimos anos o suposto desafio representado pela China à supremacia militar norte-americana, aumentando o confronto no mar da China Oriental bem como no mar do Sul da China, além de ter iniciado uma guerra comercial que, de acordo com Washington, tem como objetivo pôr fim às alegadas práticas de comércio desleal de Pequim.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, caracterizou a China como a “ameaça central dos nossos tempos”, notando que a pauta do Partido Comunista da China não é “consistente com” os valores dos EUA. (Sputnik)