Jornal da Manhã

Proprietários de bares; cabeleireiros, manicure e pedicure; promotores de venda; e comerciantes de artigos de vestuário e acessórios estão entre as profissões com o maior número de Microempreendedor Individual (MEI) formalizados em 2019. Juntas, as cinco ocupações representam cerca de 40% das 180 mil formalizações registradas em Minas Gerais, de janeiro a dezembro do último ano.

De acordo com o levantamento feito pelo Sebrae Minas, com base em dados do Portal do Empreendedor, Paracatu foi a segunda cidade que mais cresceu em números de MEIs na região Noroeste e Alto Paranaíba do estado, ficando atrás apenas de Patos de Minas. Em 2019, Paracatu registrou um aumento de 17% de pessoas formalizadas em relação a 2018, saltando de 3.248 MEIs, para 3.800 no ano passado, um acréscimo de 552 novas microempresas.

Profissionais do setor de beleza e estética estão entre as ocupações com o maior número de registros em Minas Gerais. Mais de 14,4 mil pessoas se formalizaram como cabeleireiros, manicure e pedicure em 2019. Jessé Rodrigues Soares de 20 anos é um deles. Após trabalhar em uma pizzaria por um tempo, ele decidiu aprender um novo ofício e abrir o próprio negócio. “Eu fiz um curso de cabeleireiro em Uberlândia e comecei a trabalhar em uma barbearia como funcionário. Mas no início do ano passado, eu resolvi abrir a minha própria barbearia”.

Jessé conta que logo que surgiu a ideia, buscou orientações no ponto de atendimento do Sebrae Minas em Paracatu. “O Sebrae me deu todo o apoio necessário para que eu me formalizasse como MEI e, desde março do ano passado, tenho um ponto fixo no centro histórico da cidade. A minha expectativa é que em 2020 eu possa crescer, conquistar novos clientes e conseguir me bancar sozinho na profissão que eu escolhi para minha vida”, salientou.

Fonte: Prefácio