Jornal da Manhã

O presidente Jair Bolsonaro desafiou os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a irem às ruas lidar com a população, após ele próprio ter se juntado a uma multidão em frente ao Palácio do Planalto e defendido as manifestações de domingo espalhadas pelo país que tinham o Congresso como um dos alvos principais.

“Eu gostaria que eles saíssem às ruas como eu. A resposta é essa. Nós políticos temos responsabilidade e devemos ser quase que escravos da vontade popular. Saiam às ruas esses dois parlamentares”, disse Bolsonaro em entrevista à CNN Brasil na noite de domingo. Apesar da pandemia de coronavírus ter levado autoridades de saúde a desaconselhar aglomerações de pessoas, Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada e saudou uma pequena multidão nas grades do Planalto. Ao longo de todo o dia o presidente publicou vídeos de manifestações pelo país em suas redes sociais, mesmo após ter feito um apelo na quinta-feira para que os atos fossem repensados.

Fonte: Reuters