Brasil

O ex-ministro da Fazenda e atual secretário de Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles, experiente em crise, em cargo público, disse que “não se combate crises com frases otimistas, e não se pode vender falsas esperanças”. O ex-candidato à presidência da República destacou que a questão do Brasil está muito relacionada à confiança. Para o ex- presidente do Banco Central, “em momentos de crise econômica é necessário serenidade, firmeza e realismo”. Citando o ex- presidente do Banco Central americano, Paul Volcker, disse que “a maior virtude, a maior qualidade necessária a um presidente é a coragem”. Meirelles acentuou que tem que anunciar medidas de uma forma que transmita confiança, para evitar o pânico. “Você não combate o pânico com frases otimistas, vazias. Você combate o pânico com medidas objetivas e anúncio de medidas”, reafirmou o secretário.