Manhã

Uma semana depois de as escolas públicas e particulares terem suspendido as aulas para preservar as crianças, a disseminação da COVID-19 apresentou ontem uma leve redução de casos novos, depois de um pico de diagnósticos positivos (veja o gráfico) de acordo com os dados oficiais compilados pela reportagem do Estado de Minas. O dia 18 de março marca a primeira medida de isolamento social adotada por recomendações médicas e implementada pelo governo de Minas e pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Por isso, checar a evolução dos casos a partir dessa data pode dar uma primeira impressão da importância que o afastamento traz para evitar a transmissão do novo coronavírus (Sars-Cov-2), segundo a avaliação de especialistas.

“A partir da semana que vem, poderemos começar a ter uma visão mais completa sobre a eficácia do isolamento praticado até agora. Essa medida, de suspender as aulas foi a primeira de uma série e levou muitos outros setores a fazer o mesmo, alguns até voluntariamente”, observa o presidente da Sociedade Mineira de Infectologia, Estevão Urbano Silva.
pico de casos novos confirmados em Minas Gerais ocorreu nos dias 21 e 23, com 36 diagnósticos positivos divulgados em cada um desses dias.
Fonte: Estado de Minas