Saúde em Foco

Ainda não há previsão para o fim das medidas de isolamento social para evitar a propagação do coronavírus em Minas. O cenário foi destacado pelo secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, em entrevista à Rádio Itatiaia, nesta segunda-feira (13). A previsão do governo é de que o pico da doença possa ocorrer entre maio e junho.

“É uma epidemia longa. Nós entendemos que maio e junho serão épocas de maior transmissão. Não dá pra pensarmos em voltar a uma vida normal antes de junho.  Algum grau de isolamento será mantido. Da forma que é hoje vamos ajustando conforme o andamento da epidemia. Temos vários estudos para entender os impactos de cada setor”, destacou Amaral.

O secretário disse ainda que a orientação de isolamento social será analisada semanalmente pelo governo. “Nós estamos focados neste controle de manter o isolamento, independentemente do grau que ele for. Existe as evidências de que  benéfico, então, vamos manter”, completou.

Fonte: Hoje em Dia