MB News

Os shoppings centers e o comércio da cidade de São Paulo poderão reabrir com restrições durante 15 dias a partir de 1º de junho, de acordo com plano de reabertura gradual da economia do Estado de São Paulo anunciado nesta quarta-feira pelo governador João Doria (PSDB), pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) e por secretários estaduais.

De acordo com o plano, que prevê normas para afrouxamento das regras adotadas vigentes até 31 de maio para frear a disseminação do coronavírus, a cidade de São Paulo se enquadra na fase 2 da reabertura, que permite também o funcionamento com restrições de escritórios, atividades imobiliárias e concessionárias de veículos. Ações de siderúrgicas, que fizeram grandes cortes de produção desde o início da pandemia no país por causa na queda da demanda por aço de setores como o de veículos, lideravam as altas do Ibovespa nesta tarde. Usiminas saltava 12% e Gerdau e CSN disparavam quase 9%.

Fonte: Reuters