DELAÇÃO DA ODEBRECHTJANOT PEDE AO STJ PARA INVESTIGAR O GOVERNADOR DO RJ

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a abertura de um inquérito para investigar o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB). O pedido, cujo teor está sob sigilo, foi sorteado para o ministro Luiz Felipe Salomão. A investigação foi pedida por Janot com base nas delações de ex-executivos da Odebrecht. Pezão foi citado nas delações do ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura Benedicto Barbosa da Silva Junior, e de Leandro Andrade de Azevedo, ex-diretor de Infraestrutura. (Fonte: G1)

O MARTÍRIO DO GUAXINIM VERMELHO E A MORTE DO SER EXPIATÓRIO

004 - O Martírio do Grande Guaxinim Vermelho

No dia em que presenciei o martírio do grande Guaxinim Vermelho, em TERRAZZOO, por seus pares e “vizinhos” não encontrei um sábio sabiá para conversar. Senti saudades do meu amigo sabiá Chon Chin Chuan

– Que falta faz uma sábio na hora dos tumultos da loucura.

– Que falta faz o amigo sino-sabiá nessas horas.

Pensei eu! Aí, mandei uma missiva em sabiés para o nobre ser turdus rufiventris perguntando sobre os últimos acontecimentos.

Prezado SÁBIO SABIÁ –

Escrevi Eu. Com muita vontade de obter resposta.

     – Por GENTILEZA mande a sua visão sobre o Martírio do líder o Guaxinim Vermelho.

Leia mais…

VIOLÊNCIAMAIS UM POLICIAL MILITAR É MORTO NO RIO DE JANEIRO

Mais um policial militar morreu vítima da violência na manhã desta quinta-feira (24) no Rio de Janeiro. De acordo com o 7º BPM (São Gonçalo), o subtenente Mabel Sampaio estava chegando em casa, no bairro Paraíso, em São Gonçalo, quando foi abordado por um criminoso e reagiu. A vítima, de 53 anos, chegou a ser levada para o pronto-socorro da Praça Zé Garoto, no Centro de São Gonçalo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O policial foi atingido por seis tiros. Ele é o 99º policial militar morto somente este ano vítima da violência. Sampaio estava de folga quando foi morto. (Fonte: G1)

RIO DE JANEIROPOLÍCIA IDENTIFICA 4 ENVOLVIDOS EM TIROTEIO QUE MATOU POLICIAL

A Delegacia de Combate às Drogas da Polícia Civil do Rio identificou os quatro suspeitos de matarem o policial civil Bruno Guimarães Buhler, em confronto na sexta-feira (11) no Jacarezinho, Zona Norte. As imagens foram divulgadas nesta quinta-feira (17). O Disque Denúncia está oferecendo recompensa de R$ 50 mil por informações. Os homens foram identificados como: Carlos André da Conceição, Wellington de Sousa Macedo, Jefferson Gonçalves da Silva e Jonathan Luis da Silva. Conhecido como Bruno Xingu, o policial era um dos atiradores da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), considerada uma tropa de elite da Polícia Civil. O agente dava reforço à operação da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), no Jacarezinho, quando foi baleado no pescoço. Chegou a ser socorrido, mas sofreu uma parada cardíaca. (Fonte: G1)

RIO DE JANEIRO10 MIL HOMENS DE FORÇAS FEDERAIS VÃO ATUAR NA SEGURANÇA NO RJ

Mais de 10 mil homens das forças federais vão reforçar a segurança no Rio de Janeiro, afirmou o ministro da Defesa, Raul Jungmann, em coletiva na tarde desta sexta-feira (28) na capital do estado. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), publicado no Diário Oficial da União desta sexta, vai permitir a mobilização de 8,5 mil homens das Forças Armadas, 620 da Força Nacional, 380 da PRF, mais 740 policiais rodoviários federais locais. Nesta sexta, tropas militares já atuavam nas ruas da Região Metropolitana do Rio. (Fonte: G1)

RIO DE JANEIRO8,5 MIL MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS VÃO ATUAR NA SEGURANÇA

Em coletiva na tarde desta sexta-feira (28) no Rio, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, diz que o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), publicado no Diário Oficial da União, vai permitir a mobilização de 8,5 mil homens das Forças Armadas, 620 da Força Nacional, 380 da PRF, mais 740 locais – mais de 10 mil efetivos a serem empregados nas ações. O ministro da Defesa disse ainda que não descarta que as tropas façam patrulhamento nas ruas. Segundo ele, a inteligência vai dizer se isso é necessário. O chamado “cardápio de ações”, segundo Jungmann, é toda e qualquer ação que seja necessária para golpear e tirar a capacidade do crime organizado. (Fonte: G1)

RIO DE JANEIROPEZÃO VAI SE AFASTAR DO CARGO PARA FAZER EXAMES MÉDICOS

O governador do estado do Rio, Luiz Fernando Pezão, vai se afastar do cargo para realizar exames médicos, conforme informou a coluna do jornalista Lauro Jardim, do Jornal O Globo no início da tarde desta sexta-feira (14). A informação foi confirmada ao G1 pelo próprio governador. No entanto, de acordo com a coluna, dessa vez não se trata do câncer, que deixou o governador afastado por cerca de seis meses no ano passado. Segundo Jardim, a taxa de glicose, por exemplo, está em 304 mg/dl — o normal seria algo entre 0s 70 e os 110 mg/dl. A assessoria do Palácio Guanabara informou que ainda não há decisão formal, mas admitiu que Pezão poderá se afastar para fazer exames mais detalhados. (Fonte: G1)

RIO DE JANEIROJUSTIÇA NEGA AUMENTO DE PASSAGENS DE ÔNIBUS NO RIO

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro acolheu, nesta quarta-feira (26), o pedido da Procuradoria Geral do Município que nega às empresas o aumento das passagens de ônibus municipais. Como a decisão foi por unanimidade, as empresas poderão recorrer a instâncias superiores, ou seja, ao Superior Tribunal de Justiça e ao Supremo Tribunal Federal. Os desembargadores da 17ª Câmara Cível negaram o pedido dos consórcios que prestam serviço de transporte coletivo na cidade. Com isso, o preço da passagem permanece em R$ 3,80. O Rio foi o único município que não promoveu o reajuste da tarifa de ônibus esse ano. (Fonte: G1)

SEGURANÇA | RIO DE JANEIROGOVERNO FEDERAL ANUNCIA O ENVIO DE 800 POLICIAIS PARA REFORÇAR A SEGURANÇA NO ESTADO

GOVERNO FEDERAL ANUNCIA O ENVIO DE 800 POLICIAIS PARA REFORÇAR A SEGURANÇA NO ESTADO. Os ministros Raul Jungmann (Defesa) e Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional) anunciaram nesta quinta-feira (20) o envio de 380 homens da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e 420 da Força Nacional ao Rio de Janeiro para atuar na segurança pública do estado. Atualmente, a Força Nacional já mantém 200 policiais no estado. Ainda de acordo com os dois ministros, o reforço de efetivo atuará no Rio de Janeiro pelos próximos 18 meses. Os policiais da PRF e da Força Nacional devem chegar até o fim de julho ao estado. (Fonte: G1)

VIOLÊNCIA NO RJMAIS UM PM É MORTO NO RIO; TOTAL CHEGA A 90 NO ANO

Mais um policial morreu no Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (21). O soldado Fabiano de Brito e Silva, de 35 anos, foi baleado na barriga quando saía de casa, na Baixada Fluminense. O PM foi morto na Rua Dona Clara de Araújo, no Jardim Tropical, em Nova Iguaçu. Imagens de câmeras de segurança da região mostram o momento em que o policial tenta se esconder atrás do carro e ainda atira contra os criminosos. O soldado, que deixa mulher e três filhos, é o 90° policial morto no Rio só esse ano. O tiro que atingiu o soldado teria partido de um fuzil calibre 45. Só este ano, o Hospital da Posse recebeu 401 pessoas baleadas, entre criminosos, civis e policiais; uma média de 2 baleados por dia. (Fonte: G1)

RIO DE JANEIRO‘PERDEMOS COMPLETAMENTE O CONTROLE DA SEGURANÇA PÚBLICA NO RIO’, DIZ RODRIGO MAIA

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (PMDB-RJ), postou em uma rede social, na tarde desta terça-feira (18), uma declaração na qual afirmou que o controle da segurança pública no Estado do Rio de Janeiro foi perdido. Segundo ele, é preciso que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, assine com urgência o acordo de recuperação fiscal com o RJ. “Nós perdemos completamente o controle da segurança pública no Rio, ninguém consegue mais se locomover com tranquilidade. Estamos cobrando diariamente do ministro Henrique Meirelles a assinatura do acordo de recuperação fiscal para que a gente comece a reorganizar o estado”, destacou Maia. (Fonte: G1)

POLÍCIA CIVIL APREENDE 60 FUZIS DE GUERRA NO AEROPORTO INTERNACIONAL DO RIO

Policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DESARME ) e da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), apreenderam, nesta quinta-feira (1), 60 fuzis de guerra, no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. A informação é da Polícia Civil do Rio. Segundo nota da corporação, são fuzis AK 47, G3 e AR 10, vindos de Miami (EUA) dentro de containers junto com uma carga de aquecedores para piscinas. (Fonte: G1)