Política

A Justiça suíça citou pela primeira vez em um documento oficial suspeitas sobre o financiamento de uma campanha presidencial do PSDB, ao mencionar um pedido de cooperação judicial entre o Brasil e o país europeu. No foco da apuração está uma movimentação de cerca de R$ 43,2 milhões bloqueados em contas na Suíça.As informações constam em uma decisão do Tribunal Penal Federal da Suíça, de 26 de setembro deste ano, que rejeitou recursos apresentados pelos suspeitos para impedir que o processo de cooperação seguisse adiante(Portal minas).

Política

Começou às 15h desta quarta-feira (14) o depoimento do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na audiência referente a um processo da Operação Lava Jato que apura reformas feitas no sítio de Atibaia. O interrogatório acontece na sede da Justiça Federal, em Curitiba. Lula é réu nesta ação penal acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Política

O governo do Estado do Rio de Janeiro resolveu antecipar, em um dia, o depósito dos salários de outubro para todos os servidores ativos, inativos e pensionistas de todas as categorias.O pagamento será realizado pela Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento amanhã (14), o nono dia útil do mês de novembro. “A antecipação é resultado do incremento da arrecadação tributária prevista para o período”, diz nota do governo(Agência Brasil).

Política

Governadores eleitos de 18 estados e do Distrito Federal reúnem-se nesta quarta -feira (14) no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB) para o encontro do Fórum de Governadores. O objetivo da reunião é encontrar pautas permanentes entre as Unidades da Federação e construir um novo Pacto Federativo. O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) passará pelo evento no começo da tarde, onde receberá uma carta com os principais pontos levantados durante as reuniões.

Política

O ministro Extraordinário do governo de transição de Jair Bolsonaro (PSL), Onyx Lorenzoni, reagiu à reportagem publicada pela Folha de S.Paulo de que teria recebido R$ 100 mil a mais de caixa 2 em 2012, do grupo JBS, “Jair Bolsonaro, Sérgio Moro e Onyx Lorenzoni são combatentes contra a corrupção, não me incluam nessa lama petista”, disse Lorenzoni. Ao chegar ao CCBB, onde funciona o governo de transição, ele fez um pronunciamento demonstrando irritação. Ele afirmou que recebeu “molotovs” (bomba caseira), de seus adversários petistas, pediu “trégua” à imprensa e disse que o novo governo “não tem paz para se organizar e trabalhar”. “Há tempos tentam destruir Bolsonaro e agora tentam fragilizá-lo. Eu não temo ninguém, tenho a verdade comigo”, disse. “Vamos parar com o terceiro turno… leia mais

Política

O governo cubano anunciou, nesta quarta-feira (14/11), que deixará o Programa Mais Médicos, do qual participa desde 2013, no Brasil. Em carta enviada à Organização Panamericana de Saúde (Opas), o Ministério da Saúde Pública de Cuba afirma que a decisão se deve a declarações recentes do presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro. Ao todo, 18.240 prossifionais trabalham na saúde básica por meio do programa. “O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, com referências diretas, desrespeitosas e ameaçadoras à presença de nossos médicos, declarou e reiterou que modificará termos e condições do Programa Mais Médicos, com desrespeito à Organização Panamericana de Saúde e ao acordado por esta com Cuba”, diz um trecho do comunicado.

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro pediu desculpas nesta terça-feira (13) à presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, por “caneladas” durante a campanha eleitoral. No gabinete de Rosa Weber, com todos de pé, Bolsonaro afirmou: “Senhora ministra, primeiro muito obrigado por nos receber, estou muito honrado. Juntos, podemos mudar o destino do Brasil. Se desculpar porque é comum, na temperatura elevada da campanha, às vezes a gente dar umas caneladas”. Rosa Weber presenteou o presidente eleito com um exemplar da Constituição.

Política

O governador eleito do Rio de Janeiro Wilson Witzel anunciou nesta terça-feira (13) sete novos secretários para o governo entre 2019 e 2022. Confiram os nomes anunciados: Polícias Civil e Militar – que ganharam status de secretarias, respectivamente, o delegado Marcus Vinícius Braga, que deixou, nesta terça-feira (13) o cargo de Diretor Geral de Polícia Especializada (DGPE) e o coronel Rogério Figueiredo de Lacerda, atual coordenador das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Governança – é o novo nome da secretaria da Casa Civil que será coordenada por José Luis Zamith, atual coordenador-geral da transição do governo Luiz Fernando Pezão para o governo eleito no dia 28 de outubro. Controlador-Geral do Estado – foi nomeado o delegado da Polícia Federal Bernardo Cunha Barbosa Procurador-Geral do Estado – será o advogado… leia mais

Política

Deputados federais e manifestantes bateram boca nesta terça-feira (13) durante reunião da comissão especial da Câmara que discute o projeto de lei da escola sem partido. A reunião foi convocada para a leitura do parecer do relator, deputado Flavinho (PSC-SP). O projeto impõe regras aos professores sobre o que pode ser ensinado em sala de aula. O texto proíbe a manifestação de posicionamentos políticos, ideológicos ou partidários. Em um dos momentos mais tensos, o deputado Delegado Éder Mauro (PSD-PA) bateu boca com um manifestante contrário à proposta. Fazendo gestos com as mãos que imitavam armas, o parlamentar apontou para o grupo contrário à proposta e simulou atirar.

Política

O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, afirmou nesta segunda-feira (12) que o atual presidente, Michel Temer, terá de vetar o reajuste de 16,38% aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovado pelo Congresso. “Não vejo que é uma questão de pressionar [o atual governo para vetar]”, afirmou o general ao G1. “O artigo 21 da Lei de Responsabilidade Fiscal não permite que se assine aumento nos últimos 180 dias de governo. Então, eu acho que, por lei, o presidente Temer terá de vetar.”

Política

O PSOL protocolou na tarde desta terça-feira (13) o pedido de cassação contra os dez deputados que tiveram a prisão pedida na Operação Furna da Onça. Três deles já haviam sido presos na Cadeia Velha, outro desdobramento da Lava Jato no Rio.De acordo com a representação do partido, há “diversos e contundentes elementos de convicção (…) do recebimento de vantagens indevidas em razão dos cargos que ocupam como deputados estaduais”(G1).

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse hoje (13) que os nomes para os ministério do Meio Ambiente e de Relações Exteriores estão “maduros”. Ele não informou quais são os cotados nem os perfis, disse apenas o que espera de cada um. Segundo Bolsonaro, até o final deste mês fecha sua equipe ministerial. Também ressaltou que o ensino superior será mantido no Ministério da Educação(Agência Brasil).

Política

Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se organizam para fazer um ato nesta quarta-feira, 14, durante o depoimento do petista em Curitiba. Lula deverá prestar depoimento à juíza Gabriela Hardt no âmbito do processo do sítio de Atibaia (SP). A previsão é que o ex-presidente seja conduzido de carro da Superintendência da PF em Curitiba, onde está preso desde abril deste ano, até ao prédio da Justiça Federal do Paraná, em percurso de aproximadamente cinco quilômetros.

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) usou o Twitter, na manhã desta terça-feira, para comunicar a indicação de mais um ministro, o general do Exército Fernando Azevedo e Silva para o Ministério da Defesa. Azevedo e Silva foi exonerado em julho deste ano do cargo de chefe do Estado Maior, passando para a reserva, e nomeado assessor do ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), DiasToffoli.

Política

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou hoje (13), por meio das redes sociais, o nome do general de Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de ministro da Defesa. A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno. Há uma semana, no entanto, Bolsonaro confirmou o nome de Augusto Heleno para o Gabinete de Segurança Institucional. Azevedo e Silva foi chefe do Estado Maior do Exército e comandante da Brigada Paraquedista antes de ir para a reserva(Agência Brasil).

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro desembarcou na Base Aérea de Brasília às 8h40 desta terça-feira (13) para uma nova rodada de encontros com autoridades. Bolsonaro deixou o Rio de Janeiro no início da manhã. Esta é a segunda viagem de Bolsonaro a Brasília desde a vitória nas urnas, no último dia 28 de outubro

Política

Pelo segundo ano consecutivo, o Poder Judiciário deve estourar o teto de gasto definido pela Emenda Constitucional nº 95/2016. E, para piorar, em 2019, por conta do reajuste de 16,55% aprovado pelo Congresso Nacional, deve também gastar acima da margem compensatória prevista na lei e que é coberta pela União. Com isso, a partir de 2020 – se não houver mudança nessa regra que resgatou uma parte da confiança do mercado no governo Michel Temer –, o Judiciário vai ser obrigado a aplicar os gatilhos previstos na emenda do teto, quando ele é descumprido pelo órgão a partir do ano seguinte: congelamento de salários, proibição de contratação e de realização de concursos, e, provavelmente, corte de pessoal.

Política

Cerca de 1.200 profissionais, com experiência em diversas áreas do conhecimento, já se apresentaram como voluntários para atuar em apoio à equipe de transição do governo Romeu Zema (Novo), na pesquisa e diagnóstico de 17 áreas temáticas do estado que serão coordenadas pelos futuros secretários de Estado. As inscrições foram abertas na semana passada e o prazo se encerrará neste 14 de novembro. Como Zema pretende fundir pastas para a redução da estrutura administrativa do estado de 21 para 9 secretarias, os futuros secretários vão coordenar e atuar em mais de uma área temática. A transição de Romeu Zema também vai acompanhar a discussão e aprovação na Assembleia Legislativa da Lei Orçamentária de 2019. As eventuais intervenções e emendas serão apresentadas ao governo de Fernando… leia mais

Política

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, recebeu na manhã desta sexta-feira (9) em sua casa na Barra da Tijuca, o embaixador da Argentina, Carlos Magariños. Ele também recebeu a visita de representantes do corpo diplomático alemão no Brasil. Por volta de 10h, Bolsonaro se reuniu com os alemães. A conversa durou cerca de 1 hora. Depois, ele recebeu Magariños.

Política

Dr. Rey (PEN) queria se lançar como candidato à Presidência da República nas eleições de 18, mas acabou não concorrendo ao cargo. Ele, então, se lançou como candidato a deputado federal por São Paulo e terminou a corrida eleitoral com 13 mil votos, número insuficiente para que fosse eleito. Agora o médico das estrelas quer ser ministro da Saúde no governo de Jair Bolsonaro (Estado de minas).

Política

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, recebeu na manhã desta sexta-feira (9) em sua casa na Barra da Tijuca, o embaixador da Argentina, Carlos Magariños. Ele também recebeu a visita de representantes do corpo diplomático alemão no Brasil. Por volta de 10h, Bolsonaro se reuniu com os alemães. A conversa durou cerca de 1 hora. Depois, ele recebeu Magariños(G1).

Política

O vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade (MDB), o empresário Joesley Batista, dono da JBS, e mais 14 foram presos nesta sexta-feira (9) em uma operação que investiga suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Ao todo, são 19 mandados de prisão temporária (válida por 5 dias), um deles contra o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB), que está preso no Paraná.

Política

O brasiliense Mateus Costa Ribeiro, aos 18 anos, tornou-se o mais jovem advogado do país a defender um argumento na tribuna do Supremo Tribunal Federal (STF). A “estreia” dele na mais alta Corte brasileira ocorreu nesta quinta-feira (8), com direito a elogio do ministro relator do processo, Luiz Edson Fachin. Formado na Universidade de Brasília (UnB), ele apresentou uma ação direta de inconstitucionalidade contra uma lei estadual do Rio Grande do Sul que proibiu revistas íntimas de patrões a empregados. “Rogo a vossas excelências que acolham o pedido definitivo desta ação direta e declarem inteiramente inconstitucional a lei questionada”, disse o jovem durante a sustentação oral. O caso não chegou a ser julgado no mesmo dia porque foi adiado. Para Fachin, o jovem advogado –… leia mais

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou nesta quarta-feira (7) a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) como ministra da Agricultura. Ela será a segunda mulher a comandar a pasta.Atual presidente da Frente Parlamentar Agropecuária do Congresso Nacional, conhecida como a bancada ruralista, Tereza Cristina foi indicada pela FPA para o cargo. Ela é engenheira agrônoma e empresária(G1).

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse hoje que vê com “preocupação” a possível aprovação do reajuste dos salários no Judiciário e incluindo aumento também para a Procuradoria-Geral da República, para 2019. O projeto deve ser colocado em votação, em regime de urgência, nesta tarde no plenário do Senado.“Espero que o Parlamento, por sua maioria, decida da melhor maneira possível essa questão”, disse Bolsonaro, após tomar café da manhã no Comando da Aeronáutica. “Obviamente não é o momento [para esse aumento de despesa(Portal minas).

Política

O vice-governador Antonio Andrade (MDB) foi preso na manhã desta sexta-feira em Vazante, Noroeste de Minas Gerais, na Operação Capitu, um desdobramento da Operação Lava-Jato. O político é acusado pela Polícia Federal de participar de uma organização criminosa que atuava na Câmara dos Deputados e no Ministério da Agricultura. Também foram presos os executivos da JBS Joesley Batista, Ricardo Saud e Demilton de Castro, o deputado estadual João Magalhães (MG) e o deputado federal eleito Neri Geller (PP-MT), que foi ministro da Agricultura de março a abril de 2014.

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro se reúne hoje (8), pela manhã, com parlamentares no apartamento funcional dele em Brasília, para negociar a parte da reforma da Previdência. A finalidade é garantir a aprovação ainda este ano de algumas propostas de tramitação mais simples no Congresso Nacional. Em meio a dificuldades pela falta de consenso no Congresso Nacional, Bolsonaro indicou ontem (7) que a negociação passa por buscar a aprovação de medidas que não alterem a Constituição.

Política

O presidente chinês Xi Jinping se reuniu com seu homólogo cubano Miguel Díaz-Canel nesta quinta-feira em Pequim e prometeu “apoio” ao regime comunista cubano.Esta é a primeira visita de Díaz-Canel à Ásia desde que assumiu a frente do governo cubano em abril. A visita ocorre dias depois de Washington impor novas restrições econômicas a Cuba.Washington restabeleceu, em 2015, as relações com Havana, mas desde que Donald Trump chegou à presidência, as relações pioraram(Estado de minas).

Política

Depois da repercussão negativa de que a equipe de transição não tinha mulheres, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou que seu ministério “com certeza” terá a participação feminina. O time encarregado de fazer a passagem do bastão deve ter quatro mulheres nomeadas nos próximos dias(Estado de minas).

Política

A democrata Alexandria Ocasio-Cortez, de NY, tornou-se a mulher mais jovem a ser eleita para a Câmara dos EUA.Ela tem 29 anos e despontou ao derrotar o veterano Joe Crowley na primária democrata em NY. Sua campanha, feita sem financiamento de empresas, conquistou eleitores com propostas de igualdade social, distribuição de renda e críticas ao modelo capitalista americano(G1).  

Política

O Programa de Internato em Administração Pública (Prinagem) da Fundação João Pinheiro (FJP) está com inscrições abertas, até o dia 8 de novembro, para os municípios interessados em receber assessoria técnica gratuita em janeiro de 2019. Com a orientação de professores da Escola de Governo da FJP, alunos do curso de Administração Pública permanecem por cerca de um mês nos municípios selecionados. Eles podem atuar nas seguintes atividades:

Política

Pelo menos quatro mulheres devem ser nomeadas nos próximos dias para integrar a equipe de transição do governo Jair Bolsonaro (PSL). Até o momento, entre os 27 nomes anunciados oficialmente para a equipe, não havia nenhuma mulher. As primeiras mulheres da equipe foram anunciadas nesta terça-feira (6). Os nomes devem ser publicados no “Diário Oficial da União” nos próximos dias. São elas: Clarissa Costalonga e Gandour – Doutora em economia Liane de Moura Fernandes Costa – Ex-tenente do Exército Márcia Amarílio da Cunha Silva – Tenente-coronel do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal Silvia Nobre Waiãpi – Tenente do Exército

Política

O general Augusto Heleno informou nesta quarta-feira (7) que assumirá o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) no governo de Jair Bolsonaro (PSL). Havia dúvidas se ele iria assumir o Ministério da Defesa ou o GSI. Mas, nesta quarta, após encontro com o presidente eleito na sede da Aeronáutica ele confirmou a jornalistas que vai para o GSI. Nesta terça-feira (6), Jair Bolsonaro afirmou que preferia o general Augusto Heleno como ministro do GSI do que como ministro da Defesa. O presidente eleito já tinha anunciado o general como ministro da Defesa.

Política

Ao sair de um café da manhã no Comando da Aeronáutica, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que “obviamente não é o momento” de se aprovar no Congresso um aumento do salário dos servidores do Judiciário, já que o País enfrenta um grande déficit orçamentário. “Vejo com preocupação essa iniciativa”, disse o presidente eleito ao ser perguntado sobre a possibilidade de o reajuste ser colocado em votação. “Estamos em uma fase que, ou todo mundo tem ou ninguém tem. E o Judiciário é o mais bem aquinhoado”, comentou Bolsonaro, ao dizer que o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), não lhe falou da possibilidade de o reajuste ser colocado em pauta agora.

Política

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, se reúne hoje com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto para a primeira conversa sobre a transição. Certamente, um dos principais assuntos do encontro será a reforma da Previdência. Ambos devem buscar um acordo sobre mudanças no projeto de emenda à Constituição (PEC), parado no Congresso desde o início do ano, para que ele seja mais palatável aos parlamentares, com uma nova idade mínima, por exemplo.

Política

O encontro do presidente eleito, Jair Bolsonaro, com os comandantes das Forças Armadas, antes de ter uma reunião com o presidente Michel Temer, é um forte indício de que os militares estarão em primeiro plano no próximo governo, avaliam especialistas. Na reunião com os comandantes Eduardo Bacellar (da Marinha) e Eduardo Villas Bôas (do Exército), Bolsonaro afirmou que o governo não pretende contingenciar recursos dos militares.

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (7) que o Ministério do Trabalho, pasta criada há 88 anos, será incorporado “a algum ministério”. Ele, porém, não informou qual. Bolsonaro deu a declaração após almoço no Superior Tribunal de Justiça (STJ), oferecido pelo presidente do tribunal e do qual também participou o juiz Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça e Segurança Pública. “O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério”, disse o presidente eleito, sem entrar em detalhes.

Política

Pela primeira vez em Brasília, depois de confirmado que participará do governo Jair Bolsonaro, o juiz federal Sergio Moro desembarca hoje (7) na capital para reuniões. Moro vai se encontrar com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para formalmente receber informações sobre a pasta. O Ministério da Justiça incorporará Segurança Pública, a Controladoria-Geral da União e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, hoje sob tutela da Fazenda. Ontem (6), durante entrevista coletiva, Moro disse que quer ouvir os “colegas mais experientes” para iniciar os trabalhos.

Política

O Partido Democrata conquistou a maioria da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos pela primeira vez em oito anos. O resultado das eleições legislativas significa uma derrota parcial para o presidente Donald Trump já que o seu partido, o Republicano, ampliou sua vantagem no Senado. Até o momento, os democratas elegeram 219 deputados, enquanto os republicanos ficaram com 193 vagas na Câmara. No Senado, republicanos conseguiram 51 vagas e os democratas, 45(G1).

Política

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, decidiu nesta terça-feira (6) que vai levar à julgamento na Segunda Turma do tribunal o novo pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa apontou parcialidade do juiz Sérgio Moro na condenação do petista dentro da Operação Lava Jato e na condução de outros processos(G1).

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) participou na manhã desta terça-feira (6) de uma sessão solene no Congresso Nacional em homenagem aos 30 anos da Constituição. Na tribuna, ele disse que a Constituição é o único norte da democracia. “Na topografia, existem três nortes, o da quadrícula, o verdadeiro e o magnético. Na democracia só um norte, é o da nossa Constituição”, afirmou Bolsonaro, durante uma breve fala no evento(G1).

Política

Um dia depois das provas do Enem, a família Bolsonaro criticou os temas abordados. O vereador Carlos Bolsonaro tuitou às 11h34: “Isso tem que mudar, para o bem do Brasil! O Enem continua petista”. Antes, às 9h46, o seu irmão, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, tuitou: “Aviso que não é requisito para ser ministro da Educação saber sobre dicionário dos travestis ou feminismo”. Depois acrescentou em novo tuíte: “Prezados estudantes, quando vocês forem ser entrevistados para um emprego ou estiverem abrindo um empreendimento aviso: sexualidade, feminismo, linguagem travesti, machismo e etc, terão pouca ou nenhuma importância. Portanto, estude também o que lhe deixará apto para a vida”.

Política

O IBGE foi alvo de crítica do presidente eleito, Jair Bolsonaro, para quem a pesquisa relativa ao mercado de trabalho “é uma farsa”. “Vou querer que a metodologia para dar o número de desempregados seja alterada no Brasil”, disse, ao conceder entrevista à TV Bandeirantes no início da noite de segunda-feira, 5. Bolsonaro afirmou ainda que gostaria que o instituto de pesquisa divulgasse os dados de emprego e não de desocupação, como é feito atualmente. Para especialistas ouvidos pelo Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) e pelo jornal O Estado de S. Paulo, o presidente eleito demonstrou desconhecimento do tema.

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) desembarcou nesta terça-feira (6), na Base Aérea de Brasília, pouco antes das 9h. Por volta de 9h50, ele chegou ao Congresso Nacional. Esta é a primeira viagem de Bolsonaro à capital desde a vitória nas urnas. Uma comitiva de 12 pessoas viajou com o presidente eleito entre assessores e o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão. Bolsonaro chegou à cidade em um avião da Força Aérea Brasileira FAB(G1).

Política

O governador recém-eleito, João Doria (PSDB), que assumirá o governo do Estado de São Paulo em 1º de janeiro de 2018, anunciou nesta segunda-feira (5) que o ex-prefeito da capital e ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, Gilberto Kassab (PSD), será o chefe da Casa Civil durante sua gestão. Kassab acompanhou Doria por ocasião da votação do candidato no 1º turno, em 7 de outubro, em São Paulo. Ele integrou os governos da petista Dilma Rousseff e do presidente Michel Temer (MDB).

Política

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse que já será um “grande passo” se o Congresso aprovar, ainda neste ano, mudança para idade mínima para aposentadoria no serviço público e no privado. Tramita atualmente na Câmara dos Deputados uma proposta do governo Michel Temer para reforma da Previdência. O projeto prevê idade mínima de aposentadoria de 62 anos para mulheres e 65 para homens (para trabalhadores do setor público e privado), com a regra de transição até 2042. Há exceções, como nos casos de professores, policiais e trabalhadores em condições prejudiciais à saúde; “O grande passo no meu entender, neste ano, se for possível, passar para 61 anos no serviço público para homem e 56 para mulher e majorar também um ano nas demais carreiras. Acredito… leia mais

Política

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, encomendou à sua equipe um estudo para reforçar a segurança de Jair Bolsonaro e sua família a partir da posse do novo presidente, em 1.º de janeiro. O motivo do pedido, além do atentado sofrido na campanha, são as frequentes ameaças identificadas pela inteligência do governo.

Política

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso usou sua conta pessoal no microblog Twitter, na manhã desta segunda-feira, 5, para “bater boca” com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). “A desinformação é péssima conselheira, sobretudo vinda dos poderosos”, disse FHC Além de dizer que a desinformação é péssima conselheira, FHC diz em seu post: “Na foto do Twitter do presidente eleito eu apareço lendo um livro de ex-premier da China, deposto e preso, em que critica o regime. Isso aparece como ‘prova’ de que sou comunista. Só faltava essa. Cruz, credo!”

Política

O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro, usou o Twitter nesta segunda-feira para defender a mudança do Exame Nacional do Ensino Médio. ” Isso tem que mudar, para o bem do Brasil! O Enem continua petista”, escreveu o parlamentar, endossando críticas do historiador e apresentador Marco Antônio Villa, durante programa, na manhã de hoje, na Rádio Jovem Pan.

Política

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu liberdade ao Supremo Tribunal Federal (STF). No documento, o petista acusa o juiz federal Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), de perda de imparcialidade para processá-lo.Os advogados de Lula pedem que o Supremo reconheça a suspeição de Moro para julgar o ex-presidente e decrete a nulidade de todos os atos processuais relativos ao caso do tríplex do Guarujá SP(Estado de minas).