Política

Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal apreenderam neste sábado (23) cerca de 5 toneladas de maconha no Km 68 da BR-463, em Ponta Porã (MS). A Polícia Federal tinha informações sobre o transporte de drogas que seria realizado através da BR-463 e solicitou apoio da Polícia Rodoviária Federal, que realizou a abordagem de um caminhão que transportava uma carga de milho no sentido Ponta Porã-Dourados (MS). Quando os Policiais passaram a revistar a carga de milho, o motorista do veículo confessou que transportava cerca de 5 toneladas de maconha, que teriam como destino a cidade de São Paulo. O veículo, o entorpecente e um homem, cujo nome não divulgado, foram encaminhados à Polícia Federal em Ponta Porã (Fonte.: G1).

Política

O ex-governador da Bahia Waldir Pires morreu, aos 91 anos, na manhã de hoje (22), em Salvador, Bahia. Ex-ministro da Defesa do governo Lula (2006/2007), Pires estava internado no Hospital da Bahia desde a noite desta quinta-feira (21), com um quadro de pneumonia. Segundo a assessoria do hospital, Pires teve uma parada cardiorrespiratória por volta das 10 horas. A equipe médica tentou reanimá-lo, mas o político baiano não respondeu aos esforços e faleceu em seguida.Nascido em Acajutiba (BA), em 21 de outubro de 1926, Pires formou-se em Direito. Ingressou na política após militar no movimento estudantil, com o qual atuou nas campanhas em defesa da Petrobras.Foi secretário de governo da gestão de Luís Régis Pacheco Pereira (1951-1955), deputado estadual e federal. Após a renúncia do… leia mais

Política

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, afirmou nesta quinta-feira (21) que a Justiça Eleitoral poderá eventualmente anular o resultado de uma eleição se o resultado for fruto de uma massificação de “fake news”, as notícias falsas. A declaração foi feita em entrevista num evento promovido pelo TSE junto com a União Europeia para discutir formas de combate à disseminação de conteúdo falso na internet que possa afetar a disputa eleitoral deste ano no Brasil. Para o ministro, se for provado que a difusão de conteúdo falso influiu no resultado, a Justiça Eleitoral poderá anular a votação com base em regras do próprio Código Eleitoral, lei que disciplina os direitos políticos no país (Fonte.: G1)

Política

Uma eventual vitória na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), na próxima terça-feira (26), poderá dar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva plenas condições de ser candidato nas eleições presidenciais de outubro deste ano, ao menos até que os recursos especial e extraordinário sejam analisados na própria corte e no Superior Tribunal de Justiça (STJ), avalia o criminalista Gustavo Badaró.Segundo o professor de Direito Penal da Universidade de São Paulo (USP), caso a cautelar pedida pelos advogados de Lula seja concedida pelos ministros da Segunda Turma do STF, ela anula os efeitos da lei da Ficha Limpa até que o julgamento dos recursos sejam concluídos e o prazo para essa conclusão, no seu entender, pode ficar para depois da eleição.”Se o Supremo conceder… leia mais

Política

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (21) uma operação para prender 15 pessoas suspeitas de desvio de dinheiro nas obras do trecho norte do Rodoanel Mário Covas. O Ministério Público Federal estima que houve acréscimo de R$ 600 milhões nos gastos com a obra por conta dos sobrepreços.A operação Pedra no Caminho também cumpre 51 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Carapicuíba, Arujá, Bofete, Ribeirão Preto e São Pedro, no estado de São Paulo, e também em Marataízes e Itapemirim, no estado do Espírito Santo.O alvo de prisão principal é Laurence Casagrande Lourenço, ex-diretor presidente da Dersa, a estatal responsável pelas rodovias do estado de São Paulo. Atualmente, Laurence preside a Companhia Energética de São Paulo (Cesp). No último ano… leia mais

Política

O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), Delúbio Soares, chegou de São Paulo a Curitiba no início da tarde desta quarta-feira (20). Ele deve cumprir pena, a partir de agora, no Complexo Médico-Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.O G1 apurou que Delúbio será encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito e que logo após será levado para o complexo médico.Delúbio estava preso na carceragem da Polícia Federal (PF) em São Paulo desde 24 de maio deste ano, quando se apresentou. Ele foi condenado por lavagem de dinheiro em um processo da Operação Lava Jato, em 2017.A defesa do ex-tesoureiro chegou a pedir pra ele que cumprisse a pena em Brasília, onde moram a filha dele e outros familiares, mas o pedido foi negado pela Justiça,… leia mais

Política

A primeira vez em que se encontraram em um evento para prefeitos, em Belo Horizonte, os principais pré-candidatos ao governo de Minas se uniram nesta quarta-feira em críticas ao governador Fernando Pimentel (PT), único deles ausente no evento, e pregaram a união para solucionar os problemas de Minas Gerais. Acompanhados de stafs de apoiadores, eles procuraram se colocar como parceiros dos municípios e falaram em soluções para a crise do estado que vão do fim do ICMS até a transformação do Palácio das Mangabeiras em um museu dos privilégios. Participaram do painel promovido pela Associação Mineira de Municípios os pré-candidatos senador Antonio Anastasia (PSDB), deputado federal Rodrigo Pacheco (Dem), ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB) e o vice-governador Antonio Andrade (MDB), além do empresário… leia mais

Política

A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou nesta quinta-feira (14), em primeira leitura, a legalização do aborto até a 14ª semana de gestação, um projeto que passará agora para o Senado.A votação foi de 129 deputados a favor, 125 contra e uma abstenção, anunciou o presidente da Câmara, Emilio Monzó, ao final de uma sessão iniciada no dia anterior e que se estendeu por quase 24 horas.Sem interrupções, praticamente todos os 257 deputados falaram na sessão, que foi acompanhada ao vivo nos arredores do Congresso por ativistas a favor e contra o projeto. “Nossas mulheres estão aí fora. Estão nos esperando, esperando que estejamos à altura das circunstâncias”, clamou a deputada Magdalena Sierra, da Frente para a Vitória (centro-esquerda peronista), pouco antes de seu voto… leia mais

Política

O prefeito da cidade paulista de Murutinga do Sul, Gilson Pimentel (PSDB), foi preso no fim da tarde desta quarta-feira, 13, acusado de crime ambiental. Ele teria autorizado depositar o lixo da cidade num aterro sanitário interditado pela Cetesb, a agência ambiental do Estado de São Paulo.Um fiscal e três funcionários da limpeza pública da prefeitura também foram presos. A assessoria do prefeito diz que a cidade não tem onde depositar o lixo e luta há anos para regularizar a situação do aterro. O prefeito e os outros presos serão levado à audiência de custódia na tarde desta quinta-feira, 14, e a defesa espera que eles sejam libertados.As prisões aconteceram após uma denúncia anônima de que um caminhão descarregava o lixo no aterro interditado. Uma… leia mais

Política

Setores influentes do PT têm defendido em conversas internas que o partido aproveite o período de relativa tranquilidade política durante a Copa do Mundo para fazer pesquisas e sondar cenários para o caso de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser impedido de disputar as eleições. Condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), Lula cumpre pena em Curitiba e pode ser barrado pela Lei da Ficha Limpa – o petista lidera todas pesquisas de intenção de votosOs defensores das pesquisas têm tomado o cuidado de dizer que o objetivo é apenas preparar o partido para o caso de Lula ser barrado e em hipótese alguma representaria algum… leia mais

Política

Já são nove os vereadores de Belo Horizontes que tiveram os mandatos pedidos pelo Ministério Público Eleitoral de Minas Gerais por causa de infidelidade partidária. O procurador regional  Ângelo Giardini de Oliveira pediu, nos últimos dias, a cassação de mais cinco vereadores que trocaram de partido durante a janela partidária aberta para os deputados estaduais e federais e, a princípio, não conseguiram provar que houve justa causa. Os vereadores e os partidos serão intimados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG), responsável por julgar as ações. As novas ações do MPE são contra os vereadores Elves Côrtes, Professor Wendel Mesquita, Carlos Magno Pereira de Freitas, o Catatau,  Doorgal Andrada e Wesley Moreira de Pinho, o Wesley Autoescola. Côrtes trocou o PSD pelo PHS, Professor Wendel o… leia mais

Política

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, defendeu nesta segunda-feira (11) uma imprensa “livre” e “útil durante o seminário “30 anos sem censura: a Constituição de 1988 e a liberdade de imprensa”, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). No evento, foi lançado levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com dados de associações do setor, contabilizando 2.373 processos aos quais respondem veículos de comunicação.“Sem imprensa livre, a Justiça não funciona bem, o Estado não funciona bem”, disse a ministra, na abertura do seminário Na maioria dos processos contabilizados pelo CNJ, há acusações de difamação (704 ações, 59,5% do total) e por suposta infração à legislação eleitoral (230, 19,4%), geralmente ajuizadas por políticos por prejuízo à imagem. O órgão, porém, diz que o número de ocorrências encontrado… leia mais

Política

O deputado estadual mineiro Cabo Júlio (MDB) se entregou em Belo Horizonte para cumprir pena, após ter prisão determinada pela Justiça Federal em processo referente à Operação Sanguessuga, que, em 2006, apurou esquema de desvio de dinheiro público na área da saúde. Na manhã desta sexta-feira (8), o parlamentar está em um batalhão do Corpo de Bombeiros, na Região da Pampulha. Ainda não há informação se a pena de prisão  será cumprida no local.A prisão foi determinada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) em um processo referente à Operação Sanguessuga. A investigação, de 2006, apurou esquema de desvio de dinheiro público com pagamento de propina a parlamentares a partir da compra de ambulâncias superfaturadas. quinta-feira (7), a defesa informou que iria recorrer(G1).

Política

O deputado estadual mineiro Cabo Júlio (MDB) teve a prisão determinada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) em um processo referente à Operação Sanguessuga. A investigação, de 2006, apurou esquema de desvio de dinheiro público com pagamento de propina a parlamentares a partir da compra de ambulâncias superfaturadas.

Política

A Polícia Federal solicitou a quebra do sigilo telefônico do presidente da República, Michel Temer, e dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), e de Minas e Energia, Moreira Franco (MDB) ao Supremo Tribunal Federal. O pedido foi no âmbito do inquérito para apurar as revelações de delatores da Odebrecht sobre o repasse de R$ 10 milhões para o grupo político do presidente. O repasse teria sido acordado em uma reunião no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República. A informação foi revelada pelo jornal O Globo e confirmada pelo O Estado de S. Paulo.O ministro Edson Fachin, relator do inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), será responsável por decidir se acolhe ou não a solicitação da Polícia Federal. O… leia mais

Política

 O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, afirmou neste domingo (3) que o decreto de Garantia da Lei e da Ordem que autorizou as Forças Armadas a atuarem para desbloquear rodovias não deverá ser prorrogado. A GLO foi anunciada depois da crise gerada pelo movimento de caminhoneiros, que bloquearam estradas contra o preço do diesel. A paralisação gerou desabastecimento em diversos estados após a dificuldade no escoamento de produtos. O decreto foi publicado em 25 de maio e perderá validade nesta segunda-feira (4). “Nesse momento, não há nenhum elemento que sugira prorrogação da GLO. A decisão é encerrar amanhã”, afirmou após deixar reunião que monitora os protestos de caminhoneiros na manhã deste domingo no Palácio do Planalto. Segundo o ministro, o abastecimento está “completamente normalizado”, mas… leia mais

Política

De forma reservada, ministros próximos do presidente Michel Temer reconhecem que a demora na reação do governo para perceber a gravidade da insatisfação dos caminhoneiros e do setor de transportes tem um motivo especial: o governo estava com todo o foco na sobrevivência política diante das investigações da Lava Jato e o enfraquecimento cada vez maior junto ao Congresso Nacional. “Já havia sinais dessa insatisfação dos caminhoneiros desde o final do ano passado. Mas o governo não deu a dimensão correta porque estava preocupado com a própria situação do presidente Temer”, reconheceu ao blog um auxiliar próximo do presidente. A avaliação interna é que o avanço das investigações na Lava Jato contra Temer e a dificuldade para comandar a base aliada no Congresso tiraram do Planalto a energia necessária para cuidar de outros… leia mais

Política

Mais de 60 partidos de esquerda, associações e sindicatos foram às ruas em várias cidades da França, neste sábado (26), reunindo cerca de 250 mil pessoas, segundo o sindicato CGT. As manifestações eram em oposição à política do presidente Emmanuel Macron, há um ano no poder. Os organizadores esperavam reunir dezenas de milhares de pessoas em Paris e em outras cidades para expressar sua insatisfação com as reformas do governo francês em diversos âmbitos (direito trabalhista, funcionalismo público, transporte ferroviário, universidades…) em detrimento, segundo eles, de determinados segmentos da população. A mobilização não parece preocupar muito o chefe de Estado que, de São Petersburgo, declarou na sexta-feira (25) que “isso não o deteria”. “Ouvir as pessoas não significa ser o indeciso da opinião pública. Então, assumo o fato… leia mais

Política

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse na noite deste sábado (26) que vai levar para o presidente Michel Temer novas propostas para tentar encerrar o movimento dos caminhoneiros. Marun se reuniu no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, com o governador Márcio França (PSB) e lideranças do movimento dos caminhoneiros de São Paulo. Entre as propostas que serão levadas para Brasília, Marun destacou a garantia de que o desconto de 10% no valor do diesel chegue na bomba, a manutenção desse preço de 30 para 60 dias e a suspensão do pedágio em todo país para eixo elevado dos caminhões. Esse último ponto já foi acertado pelo governo de São Paulo com os caminhoneiros.”Essa é a tarefa que eu levo que Brasília. Nesse tempo,… leia mais

Política

Em meio à greve dos caminhoneiros, o presidente Michel Temer aproveitou a sua ida a São Paulo para se encontrar nesta terça-feira com o advogado Antonio Claudio Mariz, que o defende no inquérito dos Portos. O inquérito dos Portos investiga a edição de um decreto por Temer em 2017 que teria beneficiado empresas do setor de Portos. Mariz se encontrou com Temer no aeroporto de Congonhas, antes de o presidente embarcar de volta para a capital federal (Fonte.: G1).

Política

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou nesta quarta-feira (30) que o “Diário Oficial” deverá publicar, nesta quinta (31), as regras que o governo adotará para assegurar que o preço do litro do diesel nos postos, a partir de sexta (1º), seja R$ 0,46 menor que o praticado em 21 de maio, quando começou a greve dos caminhoneiros. Marun deu a informação após uma reunião do grupo de ministros que monitora a greve da categoria e o reabastecimento de produtos pelo país. Segundo o ministro, o desconto valerá a partir do momento em que o posto for abastecido. “O desconto será obrigatoriamente repassado. Se no dia 21 de maio, no posto de combustíveis, o caminhoneiro abasteceu um litro de diesel por R$ 3,46, por exemplo, obrigatoriamente, a… leia mais

Política

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, divulgou nesta quinta-feira (31) as punições previstas para os postos que não repassarem aos consumidores a redução de R$ 0,46 no preço do litro do óleo diesel. A redução faz parte do acordo do governo com os caminhoneiros para tentar por fim à greve da categoria. Segundo Padilha, o posto de combustível que a partir desta sexta (1º) comprar diesel com preço menor terá de repassar o desconto ao consumidor. De acordo com o ministro da Casa Civil, as punições possíveis em caso de descumprimento são: Multa de até R$ 9,4 milhões; Suspensão temporária da atividade; Cassação da licença do estabelecimento e  Interdição do estabelecimento comercial (Fonte.: G1).

Política

A reeleição de Nicolás Maduro neste domingo (20) gerou insatisfação entre venezuelanos que imigraram para Roraima em razão da crise no país natal. Imigrantes ouvidos pelo G1 relataram falta de perspectiva e desesperança com o cenário político na Venezuela.As eleições venezuelanas foram marcadas por denúncias de fraude, tentativa de boicote da oposição, abstenção de 54% e falta de reconhecimento por grande parte da comunidade internacional – incluindo o Brasil. Com o resultado do pleito, Maduro deve ficar no poder por mais seis anos.Há 20 dias no Brasil, Julio Fuentes, de 29 anos, dorme na rua em Boa Vista e trabalha como sucateiro. Ele saiu de El Tigre, no Sul da Venezuela, e chegou ao país de carona e a pé, porque não tinha dinheiro para… leia mais

Política

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e ministro aposentado do tribunal Joaquim Barbosa anunciou no Twitter que não será candidato à Presidência da República em 2018: “Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal”.

Política

A modernização da legislação trabalhista, que entrou em vigor em novembro do ano passado, veio para fortalecer os sindicatos. A afirmação foi feita pelo ministro do Trabalho, Helton Yomura, após o lançamento da campanha Maio Lilás, na sede do Ministério Público do Trabalho, em Brasília, na tarde desta segunda-feira (07). “É um fortalecimento dos sindicatos porque, se a lei dá um protagonismo ao sindicato na primazia do negociado sobre o legislado, vai demonstrar para o sindicalizado que o sindicato tem hoje uma maior operação e mais coisas a fazer, um maior trabalho. Se o sindicato trabalha, o sindicalizado vai se ver representado”, disse.

Política

Com presença em mais de 5.600 municípios e tempo de televisão suficiente para ser competitivo em todos os estados em 2018, o MDB elegeu 2018  como ano da vitória.  Foto Reflexão.

Política

Foto Reflexão | O acontecimento político do dia.

Política

No encontro estadual da sigla, em Jaguariúna (SP) foram anunciadas as pré-candidaturas do presidente da Federação das Indústrias de São Paulo, Paulo Skaf, ao governo de São Paulo e de Marta Suplicy (MDB-SP) à reeleição no Senado. Também foram anunciados nomes de pré-candidatos a deputados federal e estadual. O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) também esteve no evento. Henrique Meirelles, pré-candidato a Presidência da República estava presente. Esteve presente, também, o presidente Michel Temer e candidatos nas próximas eleições.

Política

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles já está no local do encontro estadual do MDB, em Jaguariúna SP), e está sendo cumprimentado pelos prefeitos e pré-candidatos às casa legislativas. Pré-candidato à Presidência, Meirelles posa para fotos, cumprimenta os presentes e, chegou a dar alguns autógrafo. Também estão presentes no evento o pré-candidato a governador de São Paulo, Paulo Skaf, muito bem cotado nas pesquisas, que chegou na companhia do ex-governador Luiz Antonio Fleury Filho. Meirelles passo a passo vai avançando e consolidando a sua presença como personalidade do MDB.

Política

Atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) está no quinto mandato consecutivo como Deputado Federal. Assumiu a presidência da Câmara no ano passado, depois que o então presidente, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), renunciou ao cargo – e depois foi cassado. Em 2017, Rodrigo Maia presidiu o DEM, partido que ajudou a fundar. É filho de Cesar Maia, ex-prefeito do Rio de Janeiro e casado com Patricia Vasconcelos, enteada de Moreira Franco, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência. A pré-candidatura à Presidência de Rodrigo Maia foi anunciada pelo DEM no dia 8 de março (Fonte.: G1).

Política

A praia é emoldurada por ondas fortes e um costão rochoso, onde está a Gruta das Encantadas. Aqui fica a chamada “praça de alimentação” – barracão com boxes e quiosques de lanchonetes e bares. Acesso a pé a partir da Vila de Nova Brasília (1h50) ou da Vila de Encantadas (10 minutos) (Fonte.: Férias Brasil).

Política

Marina Silva foi deputada estadual no Acre (1991-1994) e senadora pelo mesmo estado por dois mandatos (1995 a 2010). Ela se licenciou do Senado de 2003 a 2008, quando ocupou o cargo de ministra do Meio Ambiente no governo Luiz Inácio Lula da Silva. Filiada ao PT desde 1986, deixou a legenda em 2009 para se filiar ao PV, partido pelo qual concorreu à Presidência em 2010, mas não conseguiu chegar ao segundo turno. Em 2014, se candidatou novamente, desta vez pelo PSB. À época, era vice na chapa encabeçada por Eduardo Campos, mas assumiu a candidatura após a morte dele em um acidente aéreo. Ficou em terceiro lugar. Anunciou pré-candidatura à Presidência em 2 de dezembro de 2017 durante encontro do partido Rede, do qual é fundadora (Fonte.: G1).

Política

A jornalista de 36 anos Manuela D’Ávila iniciou a carreira política no movimento estudantil e foi vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) em 2003. Em 2004, se elegeu vereadora em Porto Alegre. Dois anos depois, em 2006, foi eleita deputada federal, reeleita em 2010. Desde 2015, é deputada estadual no Rio Grande do Sul. A pré-candidatura à Presidência da República foi anunciada em 5 de novembro de 2017 pelo PCdoB. Ela disputou ainda duas vezes a prefeitura de Porto Alegre, em 2012 e 2018, mas não foi eleita. Será a primeira vez que o partido tem candidatura própria desde 1989. Até então, o PCdoB tinha integrado coligações encabeçada pelo PT e apoiado candidatos petistas como Lula e Dilma Rousseff (Fonte.: G1).

Política

Filho do ex-presidente João Goulart, deposto pelo golpe militar de 1964, o pré-candidato do Partido Pátria Liver (PPL), João Vicente Goulart, fundou um instituto em homenagem ao pai e disputará a Presidência da República pela primeira vez. Ele é autor do livro “Jango e Eu: Memórias de um exílio sem volta”. Segundo a revista “Época”, João Vicente Goulart decidiu deixar o PDT no ano passado devido à insatisfação vom o atual presidente da sigla, o ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi. Na nota em que anunciou a pré-candidatura, o PPL afirma que o país vive um momento de “miséria, desindustrialização, devastação dos serviços públicos, terrível insegurança pública e o mais lastimável espetáculo de decadência moral” (Fonte.: G1).

Política

O empresário carioca de 55 anos fez carreira como executivo de empresas e, em novembro do ano passado, foi anunciado como pré-candidato a presidente do Partido Novo. João Amoêdo é um dos fundadores da sigla, que presidiu entre setembro de 2015 e julho de 2017, quando se afastou por causa da pré-candidatura. Formado em Engenharia Civil e Administração, teve a maior parte da atuação profissional em instituições financeiras. Foi vice-presidente do Unibanco e membro do conselho de administração do Itaú-BBA. Em 2011, passou a integrar o Conselho de Administração da construtora João Fortes. No mesmo ano, participou da fundação no Partido Novo (Fonte.: G1).

Política

Jair Bolsonaro é militar da reserva e cumpre o sétimo mandato consecutivo como deputado federal. Em 5 de janeiro, saiu do PSC, anunciou filiação ao PSL e pré-candidatura a presidente pelo partido, nona legenda à qual se filiou. É réu em ação penal no Supremo Tribunal Federal (STF) por suposta prática de apologia ao crime de estupro e por injúria. Em 2014, ele afirmou que só não estuprava a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela “não merece”. Em razão do episódio, o STF abriu em 2016 ação penal contra o deputado. A defesa argumentou que ele tem imunidade parlamentar e não incentivou outras pessoas a estuprar (Fonte.: G1).

Política

Coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Guilherme Boulos foi lançado pré-candidato pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSol) no dia 10 de março. Completa a chapa como candidata à vice-presidente a ativista indígena Sônia Guajajara. Boulos teve sua filiação ao partido formalizada cinco dias antes do anúncio e foi escolhido em conferência disputada com outros três nomes: Plínio de Arruda Sampaio Jr., Hamilton Assis e Nildo Ouriques. Formado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), Boulos tem 35 anos e, antes de se tornar líder do MTST, foi militante estudantil na União da Juventude Comunista (Fonte.: G1).

Política

IMAGEM DO DIA | Uma foto histórica para o mundo. Após quase 70 anos de conflitos belicosos as duas Coreias se encontram para conversar sobre a paz. (Imagem BBC). A imagem do líder Norte Coreano cruzando a fronteira entre as duas coreias foi destaque nos principais jornais do mundo. ( Leia o mbnews.tv.br agora com notícias do mundo em espanhol e inglês ). 

Política

O empresário Flávio Rocha, executivo das Lojas Riachuelo, se filiou ao PRB para disputar a Presidência da República. Ele é vice-presidente e diretor de Relações com Investidores da empresa Guararapes, que é dona da Riachuelo e encabeça um movimento chamado “Brasil 200”, que propõe uma agenda liberal na economia e conservadora nos costumes. Rocha exerceu duas vezes o mandato de deputado federal pelo Rio Grande do Norte, eleito em 1986 e em 1990. “Endossamos, por unanimidade, a indicação de Flavio Rocha para pré-candidato à Presidência da República. Já vou antecipar antes que venha a pergunta: É para valer? É para valer. É para ser vice? Não, é para ser candidato a presidente da República”, afirmou na Câmara, durante o ato de lançamento da pré-candidatura o presidente nacional do PRB,… leia mais

Política

Fernando Collor de Mello está no segundo mandato consecutivo como senador por Alagoas. Ele se elegeu em 2006 e se reelegeu em 2014. Em 1989, foi o primeiro presidente da República eleito pelo voto direto após a ditadura militar. Permaneceu no cargo até 1992, quando sofreu um processo de impeachment. Antes, Collor tinha sido prefeito de Maceió (1979-1982), deputado federal (1982-1986) e governador de Alagoas (1987-1989). O ex-presidente anunciou a pré-candidatura em 19 de janeiro deste ano em discurso em Arapiraca (AL) (Fonte.: G1).

Política

José Maria Eymael disputou quatro vezes a Presidência da República (1998, 2006, 2010 e 2014, derrotado em todas). Deputado federal constituinte, Eymael exerceu dois mandatos na Câmara dos Deputados (entre 1987 e 1995). Em 2012, disputou a Prefeitura de São Paulo, ficando em 11º lugar, com 5,3 mil votos. Eymael está no PSDC desde 1962 (à época PDC). Ficou conhecido pelo jingle “Ey, Ey, Eymael, um democrata cristão”, lançado em 1985, quando se candidatou a prefeito de São Paulo pela primeira vez. É o atual presidente do PSDC. Sua pré-candidatura à Presidência foi anunciada no dia 15 de março no Acre (Fonte.: G1).

Política

Cristovam Buarque é ex-governador do Distrito Federal (1995 a 1999) e ex-ministro da Educação (2003-2004, no primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva). Exerce o segundo mandato de senador. É formado em engenharia mecânica, tem mestrado em ciências econômicas e doutorado em economia e desenvolvimento. Também já foi reitor da Universidade de Brasília (UnB), entre 1985 e 1989. Antes de entrar no PPS, foi filiado ao PT e ao PDT (Fonte.: G1).

Política

Atual vice-presidente do PDT, Ciro Gomes foi ministro da Fazenda entre setembro de 1994 e janeiro de 1995, período do final do governo de Itamar Franco e início do governo Fernando Henrique Cardoso. Foi também ministro da Integração Nacional, entre janeiro de 2003 e março de 2006, no primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva. Disputou a Presidência duas vezes (1998 e 2002, derrotado em ambas). Foi governador do Ceará, prefeito de Fortaleza e deputado estadual e federal pelo Ceará. Já se filiou a sete partidos (PDS, PMDB, PSDB, PPS, PSB, PROS e PDT) (Fonte.: G1).

Política

Alvaro Dias (Podemos-PR) cumpre o quarto mandato de senador (três consecutivos desde 1999 e um de 1983 a 1987). Entre 1987 e 1991, foi governador do Paraná. Começou a carreira política no PMDB. Depois passou por PST e PP, até se filiar ao PSDB, em 1994. Em 2001, foi expulso por agir contra orientações do partido, mas retornou em 2003 e voltou a sair em janeiro de 2016, para entrar no PV. No ano seguinte foi para o Podemos, antigo PTN, partido pelo qual anunciou a pré-candidatura à Presidência da República em novembro, durante evento no Rio de Janeiro (Fonte.: G1).

Política

Pré-candidato à Presidência pelo PSDB depois de ser o único a se candidatar para disputar as prévias do partido. Médico de formação, Geraldo Alckmin começou a carreira pública em Pindamonhangaba, onde se elegeu vereador em 1973. Depois, foi prefeito da cidade e Deputado Estadual e Deputado Federal por São Paulo. Em 1986, se elegeu Deputado Constituinte Federal. Em 1988, deixou o PMDB, partido que integrava até então, para fundar o PSDB. Em 2001, assumiu o governo de São Paulo após a morte do então governador Mário Covas. Se reelegeu em 2002. Em 2006, Alckmin disputou a Presidência e perdeu para o então presidente Lula. Em 2010, elegeu-se novamente governador de São Paulo, foi reeleito em 2014. Em dezembro de 2017, foi eleito presidente nacional do PSDB e anunciou a pré-candidatura para o… leia mais

Política

Henrique Meirelles (MDB) fez carreira como executivo da área financeira, com atuação internacional. Foi presidente do Bank of Boston no Brasil entre 1984 e 1996, quando foi escolhido para presidente mundial da companhia. Em 2002, se elegeu deputado federal pelo PSDB de Goiás. Em 2003, assumiu a presidência do Banco Central, escolhido pelo então recém-eleito presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Comandou o BC até 2010, quando terminou o governo Lula. Voltou a integrar o governo em 2016, dessa vez como ministro da Fazenda, convidado Temer. Meirelles tem participado frequentemente de eventos em igrejas evangélicas, entidades empresariais e associações diversas.

Política

Criação do Programa Bueiro Inteligente é aprovado em Paracatu.  De autoria da vereadora Marli Ribeiro (PSDB) foi aprovado o Projeto de lei que dispõe sobre a implantação do programa “Bueiro Inteligente” na cidade de Paracatu/MG. O entupimento dos bueiros e bocas de lobo é um grande problema. Como uma forma de tentar mudar isso, algumas cidades brasileiras já adotaram esse sistema, que é uma excelente alternativa para todos os resíduos de lixos que são levados pelas águas das chuvas aos bueiros. O bueiro inteligente consiste em um cesto coletor com alças laterais, produzido em metal ou material termoplástico em diversas medidas, especificamente, para cada modelo existente na rede pluvial, a fim de facilitar o trabalho de limpeza, remoção e manutenção. “A prevenção é sempre o… leia mais

Política

A diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Magda Chambriard, chamou de “inimaginável” as recentes descobertas no campo de Libra, que mostram um volume “in situ” (volume de óleo ou gás existente em uma região) esperado de 26 bilhões a 42 bilhões de barris. “Com os dados que temos, até o momento, o volume está mais para 42 bilhões“, afirmou Magda. ( 42 BILHÕES DE BARRIS DE PETRÓLEO É O POTENCIAL ESTIMADO, ATÉ AGORA, DO CAMPO DE LIBRA ). Temos, portanto, um potencial econômico de U$ 2.348.740.000.000 (Dois quatrilhões, trezentos e quarenta e oito bilhões e setecentos e quatro milhões de dólares) com o preço do petróleo a U$ 54,97 dólares por barril. Não é a toa que a petrolífera Total (Francesa) e a Shell (Anglo-Holandesa)… leia mais

Política

No encontro, realizado em Brasília, governador agradeceu empenho dos parlamentares na aprovação da Cfem e pediu “atenção” para novas votações em pauta na Câmara e no Senado  O governador Fernando Pimentel se reuniu nesta quarta-feira (29/11) com deputados federais mineiros, em Brasília, para tratar de questões referentes à Lei Kandir e outros projetos de interesse do Estado, como as novas alíquotas da Compensação Financeira pela Exploração dos Recursos Minerais (Cfem) – os royalties que as empresas pagam ao estado e municípios pela exploração de minério – e a securitização da dívida ativa. Pimentel agradeceu à bancada pelos esforços pela aprovação da Medida Provisória 789 (MP 789) que alterou as alíquotas da Cfem. A mudança, que elevou as alíquotas de 2% sobre o faturamento líquido das… leia mais

Política

Em 1984, quando era Primeiro Vice-Presidente do BankBoston no Brasil, Henrique Meirelles foi convidado a participar de um curso na Harvard Business School que ensinava executivos a lidar com a economia de guerra. Em tempos de paz, o curso intensivo de quatro meses, criado durante a Segunda Guerra Mundial, é voltado especificamente para a gestão de crise. Mal sabia a direção do BankBoston que, com base, em parte, no conhecimento que adquiriu em Harvard, Meirelles ajudaria o Brasil a vencer duas graves crises econômicas. A primeira em 2008, quando era presidente do Banco Central e superou a repercussão mundial da insolvência do mercado de prime rate dos EUA. E a segunda, este ano, quando, à frente do Ministério da Fazenda, usou toda sua experiência para tirar a… leia mais