Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

O número de mortes devido ao coronavírus subiu para 34 em todo o Brasil, enquanto o total de casos confirmados é de 1.891. Os óbitos estão concentrados nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. A atualização é do Ministério da Saúde, que divulgou os dados em sua conta nas redes sociais, na tarde desta segunda-feira (23). No domingo, eram 25 mortes e 1.546 casos confirmados.

De acordo com a pasta federal, o estado de São Paulo é o que apresenta a situação mais crítica, com 745 casos confirmados e 30 mortes. O estado é seguido bem de longe pelo Rio de Janeiro, com 233 casos confirmados e quatro mortes. O terceiro estado mais crítico é o Ceará, com 163 casos confirmados, mas sem mortes. Com o número elevado de registros em São Paulo e Rio, a Região Sudeste é a que tem o quadro com maior risco, com 60% dos casos no país. Em Minas Gerais há 128 casos confirmados, enquanto o Espírito Santo contabiliza 29. O Nordeste apresenta 308 casos confirmados (16,3% dos registros nacionais).
Fonte: Estado de Minas

Saúde em Foco

Inscreva-se no canal da Igreja Presbiteriana Bethesda ( Lago Sul, DF ). Existem mais de 100 sermões disponíveis para você assistir e compartilhar com os amigos.  http://Opção de conteúdo cristão para este final de semana.

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Mais de 220 mil foram infectados e mais de 10 mil morreram por causa do novo coronavírus, o Sars-Cov-2, em todo o mundo, de acordo com a universidade americana Johns Hopkins. Nos Estados Unidos, 44 milhões de moradores da Califórnia foram orientados a não deixar suas casas para evitar a propagação do vírus. Essa é a primeira iniciativa desse tipo em território americano. No país inteiro, mais de 14 mil foram infectados, ainda segundo a universidade.

Saúde em Foco

O boletim mais recente, emitido pela secretaria municipal de saúde de Paracatu, noroeste de minas, aponta que a cidade possui quarto casos suspeitos e um provável de coronávirus. Os casos estão em isolamento domiciliar e sob monitoramento da secretaria de saúde. O município aguarda a chegada do Kit específico para realizar a coleta de amostras que serão enviadas para  a Funed em Belo Horizonte para a análise laboratorial, exame que irá confirmar ou descartar as suspeitas. O prazo para este procedimento ainda não foi divulgado. A orientação é para que a comunidade evite aglomerações e adote as medidas preventivas, principalmente, com a higienização das mãos e de superfícies que possam estar contaminadas.

Saúde em Foco

pandemia do COVID-19 inaugura uma forma diferente de doenças de proporções globais com uma superdifusão de informações, tanto das que ajudam quanto as que desinformam. Ainda que menos letal do que antecessoras, como a síndrome respiratória aguda severa (SARS), que tem taxa de mortalidade de 15%, e a gripe A (H1N1), inicialmente conhecida como gripe suína, que leva a óbito uma média de 5% dos infectados, a doença provocada pelo novo coronavírus ecoou com um alerta nunca antes visto pelo mundo.

Só para se ter uma ideia, em 2009, a gripe A matou 100 vezes mais pessoas. Mas os especialistas alertam que não é apenas histeria e que a nova doença é, sim, perigosa, principalmente por ser de contágio fácil e rápido. “A doença afeta mais idosos (acima dos 80 anos, a mortalidade é acima de 15%) e pessoas com problemas imunológicos. Tem poupado jovens e crianças. Contudo, essas faixas etárias estão disseminando rapidamente a doença onde há transmissão local, como na China e na Europa”, afirma o presidente da Sociedade Mineira de Infectologia, Estevão Urbano Silva.

Fonte: Estado de Minas

 

Saúde em Foco

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou, na tarde desta quinta-feira (12), em reunião extraordinária, a inclusão do exame de detecção do Coronavírus no rol de procedimentos obrigatórios para beneficiários de planos de saúde. A Resolução Normativa foi encaminhada ao Diário Oficial da União e entra em vigor na data de sua publicação.

O teste será coberto para os beneficiários de planos de saúde com segmentação ambulatorial, hospitalar ou referência e será feito nos casos em que houver indicação médica, de acordo com o protocolo e as diretrizes definidas pelo Ministério da Saúde.  A ANS orienta que o beneficiário não se dirija a hospitais ou outras unidades de saúde sem antes consultar sua operadora de plano de saúde, para informações sobre o local mais adequado para a realização de exame ou para esclarecimento de dúvidas sobre diagnóstico ou tratamento da doença.
Fonte: ASCOM

Saúde em Foco

Saúde em Foco

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (6) o mais recente balanço sobre o novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil.

Os principais dados do boletim apontam:

  • 13 casos confirmados, eram 8 casos no balanço de quinta-feira
  • 4 estados têm casos: SP (10), RJ (1), ES (1) e BA (1); há um caso no DF que aguarda contraprova
  • 768 casos suspeitos, eram 635 no boletim anterior
  • 480 casos foram descartados desde o início do monitoramento

O aumento do número de casos entre quinta e sexta-feira está concentrado em São Paulo. No boletim anterior, o estado tinha seis casos. Entre eles, quatro classificados como importados e outros dois como transmissão local. (Bem Estar)

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Confirmado o quarto caso do novo coronavírus no Brasil. A afirmação é do secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira. Mais cedo, o ministério havia mantido a contagem de tres casos no país, uma vez que o quarto teste deu positivo, mas a paciente não apresentava sintomas de Covid-19.b A infectada é uma garota de 13 anos que esteve na Itália.

A confirmação veio após uma reunião de representantes do Ministério da Saúde com especialistas em saúde pública em hotel de Brasília ao fim desta manhã, pouco depois da divulgação nota que descartava a presença do Covid-9. A reavaliação ocorreu com base em quatro critéios: o fato de o exame ter dado positivo para o vírus, o histórico de viagem da adolescente a uma área de risco, uso de medicamentos que podem ter escondido sintomas como febre, além a possibilidade de que a garota ainda tenha sintomas. A OMS define considera como “caso confirmado” pessoas com teste laboratorial positivo para covid-19, independentemente dos sinais clínicos apresentados.

Fonte: Estado de Minas

Saúde em Foco

Os ministros das Finanças e presidentes dos bancos centrais do G7 disseram nesta terça-feira que usarão todas as ferramentas econômicas apropriadas para alcançar um crescimento forte e sustentável e se proteger contra os riscos negativos do coronavírus em rápida expansão.

Em comunicado conjunto, eles disseram que os ministros das Finanças do G7 estão prontos para tomar medidas, incluindo medidas fiscais quando apropriado, para ajudar na resposta ao vírus. Eles disseram que os bancos centrais continuarão cumprindo seu mandato e apoiando a estabilidade de preços e o crescimento econômico.

Fonte: Reuters

Saúde em Foco

Se os efeitos do novo coronavírus (COVID-19) ainda são um mistério no país, a dengue, velha conhecida dos brasileiros, mostra sua força. Há mais notificações da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti no Brasil do que confirmações de casos do coronavírus no mundo. Para complicar, o microorganismo de DNA chinês, que desembarcou oficialmente em território nacional, chega exatamente no período reconhecido como o de maior contágio da dengue. Frente à ameaça das duas epidemias, infectologistas alertam sobre possível sobrecarga no sistema de saúde. (Estado de Minas)

Saúde em Foco

Deu entrada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), no Triângulo Mineiro, um paciente com sintomas do novo coronavírus. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a pessoa com os sinais está isolada no HC-UFU, que não deu detalhes sobre o perfil do cidadão. Com mais esse caso suspeito, equipes médicas de Minas Gerais investigam pelo menos sete casos suspeitos de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Oficialmente, notificados à Secretaria de Estado de Saúde (SES), no entanto, são dois quadros clínicos, ambos de Belo Horizonte.

Contudo, Montes Claros, no Norte de Minas, e Varginha, no Sul do estado, também investigam casos, conforme apurado pelo Estado de Minas. Na primeira cidade, trata-se de um estudante de medicina que estava em São Paulo. Já no segundo município, as três pessoas são da mesma família e também retornaram da Itália com sintomas da doença. Elas estão internadas no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre.

Fonte: Estaminas

Saúde em Foco

O grupo de 58 brasileiros repatriados da China que estavam há 14 dias em quarentena na base aérea de Anápolis (GO) foram liberados neste domingo, depois da terceira testagem para coronavírus ter resultados negativos. De acordo com o Ministério da Defesa, o grupo – formado por 34 pessoas trazidas da China e 24 servidores que participaram da operação de resgate – deixou a base no final da manhã em duas aeronaves da Força Aérea Brasileira. Uma delas, com direção ao sul do país, fará paradas em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Florianópolis A outra, irá a Brasília, de onde uma pessoa seguirá em voo comercial para o Maranhão e outra, para o Rio Grande do Norte.

A previsão era de que os repatriados e a equipe de apoio ficasse em quarentena por 18 dias. No entanto, o Ministério da Saúde considerou que era possível a liberação depois do terceiro exame negativo, já que o protocolo internacional de quarentena para doenças virais é de 14 dias. O Brasil não tem nenhum registro de casos de coronavírus até agora e apenas uma suspeita, no Rio de Janeiro, está sendo investigada. Outros 51 casos foram investigados e descartados.

Fonte: Reuters

Saúde em Foco

Autoridades se esforçavam nesta segunda-feira para rastrear centenas de passageiros de navios de cruzeiro ap redor do mundo, depois de uma norte-americana que estava a bordo de uma dessas embarcações testar positivo para o coronavírus, enfatizando os temores de uma disseminação global.

Na China continental, autoridades disseram que o número de casos do novo coronavírus subiu em 2.048, para 70.548, com 1.770 mortes. Fora da China, mais de 500 infecções foram confirmadas, a maioria em pessoas que viajaram de cidades chinesas, com cinco mortes —em Japão, Filipinas, Hong Kong, Taiwan e França. Japão e Cingapura pareciam estar à beira da recessão ao passo que a epidemia afetava o turismo e cadeias de suprimento ao redor do mundo, enquanto a China impunha mais medidas restritivas para tentar impedir que o surto se espalhe.

Fonte: Reuters

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Aviões presidenciais saem do Brasil nesta quarta; pelo menos 29 serão repatriados. Quem tiver sintomas de infecção será levado a hospital militar em Brasília; quarentena vai durar 18 dias. O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou nesta terça-feira (4) que o grupo de brasileiros que está na região de Wuhan, na China – epicentro da epidemia do novo coronavírus – deve chegar ao Brasil na manhã de sábado (8).

Eles serão repatriados em dois aviões reservas da frota presidencial, nos quais o presidente Jair Bolsonaro não costuma viajar. A quarentena será cumprida em Anápolis (GO), e quem apresentar qualquer sintoma da infecção será levado ao Hospital das Forças Armadas, em Brasília, para avaliação médica. De acordo com o ministro, o avião fretado deve decolar da Base Aérea de Brasília ao meio-dia desta quarta (5). A aeronave deve chegar à China na madrugada de sexta (7), e ainda não está definido o tempo necessário para inspeção e embarque dos brasileiros.

Fonte: G1

Saúde em Foco

Foi confirmada nesta segunda-feira (3) a primeira morte pelo novo coronavírus no território semi-autônomo de Hong Kong. Em toda a China, já são 426 mortes e mais de 20,4 mil casos confirmados da doença. A vítima é um homem de 39 anos que estava entre os 15 casos da doença confirmados na região. Esta morte em Hong Kong é a segunda fora da China continental. No final de semana, as Filipinas registraram a 1ª morte fora do país.

No mundo, já são 24 países com infecções confirmadas pelo 2019 n-CoV. A província de Hubei concentra a maior parte das mortes e casos de infecção. No território, que é o epicentro do surto, 414 pessoas morreram e há 13,5 mil casos. O número de mortes pelo novo coronavírus já ultrapassou o total registrado pela Síndrome respiratória aguda grave (SARS) na China continental: desde dezembro, o 2019 n-CoV levou a 425 mortes na região, enquanto a Sars registrou 361 em todo o surto em 2002 e 2003. Mas o número de pessoas que se recuperaram em todo o país também aumentou nos últimos dias, sugerindo que a taxa de mortalidade do novo vírus é relativamente baixa.

Fonte: G1

Saúde em Foco

As bolsas da China continental registraram nesta segunda-feira (3) baixas expressivas de mais 7%, o maior recuo diário desde 2015, em um momento de pânico nos mercados pela epidemia do novo coronavírus no gigante asiático.

O índice composto da Bolsa de Xangai fechou em queda de 7,72%, a 2.746,61 pontos, enquanto a Bolsa de Shenzhen, a segunda maior da China, terminou em contração de 8,41%, a 1.609,00 pontos. Esta foi a primeira sessão das Bolsas chinesas após o longo recesso das férias do Ano Novo lunar. As Bolsas de Xangai e Shenzhen estavam fechadas desde 24 de janeiro, um dia após o início da quarentena em Wuhan, epicentro da epidemia do novo coronavírus.

Fonte: G1

Saúde em Foco

Aproveitar o Sol no verão é ótimo para todo mundo. Inclusive para as bactérias. Elas aproveitam as brechas em alguns dos alimentos mais comuns do nosso consumo e se reproduzem rapidamente nas condições favoráveis. O resultado disso é o risco que quem curte o calor dos meses mais quentes do ano corre de ter uma intoxicação alimentar. Por isso, valem os cuidados minuciosos na hora de escolher o que ingerir, principalmente fora de casa.

Vera Santos, do Grupo Mattos & Mattos, especialista em controle e garantia de qualidade de alimentos pela UFRJ, chama a atenção para o fato de que a praia, ambiente muito frequentado nesta época do ano, é um dos lugares bem propícios para a grande oferta de produtos mal conservados. “As pessoas já estão sofrendo a influência do clima quente, e a variação da temperatura nos alimentos oferecidos também pode ser prejudicial. Eu dou o exemplo da empada. Todo mundo gosta de uma empadinha”, brinca Vera. “Será que quem preparou a comida teve todo o cuidado necessário com os ingredientes? Nem tudo tem como sabermos, mas temos que ficar de olho na condição em que eles são vendidos. Um produto salgado, será que está quentinho, da maneira correta para que as bactérias não se proliferem?”, explica a especialista.

(mais…)

Saúde em Foco

O número de mortos pelo novo coronavírus aumenta na China à medida que a doença avança por todas as regiões do país. Nesta quinta-feira (30), foi confirmado o primeiro caso no Tibete, até então a única região na China livre da doença.

Até o momento, 170 já morreram no país pelo coronavírus, que já infectou 7.736 pessoas em todo o mundo, em pelo menos outros 15 países. Nenhum paciente contaminado fora da China morreu. Até o momento já foram 170 mortes na China – a maior parte na província de Hubei, onde fica Wuhan, cidade epicentro da doença. Nenhuma morte foi confirmada fora da China.

Fonte: G1

Saúde em Foco

Os Estados Unidos e o Japão retiraram cidadãos da cidade chinesa de Wuhan, epicentro do surto de um novo vírus, nesta quarta-feira, quando o número de mortos subiu acentuadamente para 132 e o primeiro caso apareceu no Oriente Médio.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou estar confiante na capacidade da China de conter o coronavírus, mas as preocupações têm aumentado, com as autoridades de saúde informando que o número de casos confirmados saltou de 1.459 para 5.974. As ruas estavam desertas em muitas cidades importantes da Ásia. O número de mortos pelo vírus semelhante ao da gripe aumentou em 26, para 132, quase todos na província de Hubei, cuja capital é Wuhan, onde o vírus surgiu no mês passado em um mercado de animais selvagens. A província central de cerca de 60 milhões de pessoas está sob isolamento.

Fonte: Reuters

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Uma jovem de 22 anos, que esteve em viagem à China, é monitorada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) com sintomas que podem ser enquadrados como os do coronavírus. Na semana passada, a SES-MG descartou o primeiro caso de coronavírus suspeito. A paciente era uma mulher de 35 anos que veio da China e apresentava sintomas semelhantes.

e acordo com a pasta, a mulher de 22 anos apresenta alguns sintomas respiratórios e febre baixa. Ela está internada desde sexta-feira na Unidade de Pronto Atendimento (UPA Centro-Sul) de Belo Horizonte. “A paciente passa bem, já recebeu atendimento e todas as providências necessárias foram tomadas”, informou a secretaria. Ela será transferida para o hospital Eduardo de Menezes para ser acompanhada.

Fonte: Estado de Minas

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais confirmou, na noite desta terça-feira (7), que um dos pacientes internados com a doença misteriosa, que assombra o estado, perdeu a vida. Paschoal Demartini Filho, de 55 anos, estava internado em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

Em 22 de dezembro (domingo), a família de Camila se reuniu na piscina do prédio onde o casal mora, no Buritis, para fazer uma confraternização. “Fizemos um churrasco aqui no prédio. Meu pai e meu marido estavam. Comemos picanha, medalhão, salsichão. Bebemos cerveja. Todos comemos. Mas, na segunda-feira seguinte ao evento, Felipe começou a passar mal. Teve febre, dor no corpo e diarreia. Na quarta-feira, o mesmo ocorreu com o meu pai”, relatou a farmacêutica nesse domingo.

Eles foram internados na quinta-feira (27), após procurar ajuda médica pensando se tratar de uma virose. (Estado de Minas)

Saúde em Foco

A Polícia Militar recuperou mais de 97Kg de carne suína e prendeu um comerciante por receptação de carga roubada na tarde dessa segunda-feira (6), em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Segundo a PM, o motorista do caminhão foi abordado por pelo menos quatro suspeitos que estavam em um veículo, por volta das 4h50, no Bairro Vila das Flores, em Betim, também na Região Metropolitana de BH.
Lá, os policiais encontraram as 42 metades de porco no chão de um estabelecimento. Os donos da carga reconheceram a mercadoria e o comerciante responsável pelo local foi preso.
Agentes da Vigilância Sanitária também estiveram na mercearia e constataram que parte da carga estava vencida e, portanto, era imprópria para o consumo. (Estado de Minas)

Saúde em Foco

Entrevista especial com a psicóloga Ana Paula Vargas. Saiba como se organizar para ter um 2020 de sucesso. Envie um whatsApp para (38) 99988-8897 e receba, gratuitamente, seu programa de organização.

Saúde em Foco

Uma das substâncias mais comuns no segmento de cosméticos são o parabenos, pelo fato de serem conservantes (possuem atividade antibacteriana e antifúgica) eles são eficazes em muitas fórmulas, por isso são utilizados para eliminar micro-organismos. Sua composição pode ser encontrada em shampoos, hidratantes, cremes para barbear, lubrificantes, maquiagens, lenços umedecidos, entre outros itens. E, ainda, são também utilizados como conservantes em alguns produtos alimentares.

O médico dermatologista, Luciano Morgado, explica que o consumidor deve ficar atento à embalagem do produto, observando sempre a sua composição. “Normalmente vem descrito como parabeno ou paraben. Também é comum conter um prefixo, como butilparabeno e metilparabeno. Quando não há, o rótulo informa que o produto é parabeno free”, salienta. Entre os possíveis efeitos adversos da utilização dos produtos que contêm esta substância, está a possibilidade de ocorrer reações alérgicas. “Tal substância pode desencadear alergias, irritações e sensibilizações cutâneas. Um número maior de pessoas, ao utilizar estes produtos, pode apresentar dermatite de contato, caracterizada por áreas de vermelhidão e coceira na pele”, esclarece a dermatologista.

Fonte: Graciliano Cândido

 

Saúde em Foco

João Pinheiro tem mais uma morte confirmada por dengue em 2019. Com isso, a cidade agora tem seis óbitos pela doença, conforme o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) na segunda-feira (9). Até o momento, a doença matou 168 pessoas em Minas Gerais.

No total, foram contabilizadas 57 mortes por dengue em 2019 nas regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas. Na área, 19 cidades têm óbitos pela doença confirmados: Uberlândia (20), Patos de Minas (6), João Pinheiro (6), Patrocínio (3), Uberaba (2), Frutal (2), São Gotardo (2), Vazante (2), Araguari (2), Estrela do Sul (1), Ibiá (1), Ituiutaba (1), Monte Carmelo (1), Paracatu (1), Rio Paranaíba (1), Sacramento (1), Tupaciguara (1), Carneirinho (1) e Unaí (3). 
Fonte: G1

Saúde em Foco

Saúde em Foco

Saúde em Foco

A dengue não dá trégua este ano em Minas Gerais e um novo período chuvoso, propício para a reprodução do mosquito Aedes aegypti, começa com a área de saúde ainda lidando com os reflexos da epidemia iniciada em janeiro. Até segunda-feira o balanço da doença bateu em quase meio milhão de casos prováveis. São 484.779 pessoas, entre confirmações e suspeitas, sob a ameaça do vírus que já provocou comprovadamente 153 mortes este ano.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) lança hoje nova campanha para combater focos do mosquito, enquanto continua a contar vítimas do ciclo anterior: ainda há 94 óbitos em investigação no estado, o que pode levar o número a ultrapassar as 208 vidas perdidas em 2016, quando os mineiros enfrentaram a pior epidemia da virose, com 517 mil registros. Com a chegada de mais uma temporada de chuva e calor, infectologistas alertam que o vírus mais agressivo, o sorotipo Denv2, mais comum ao longo do último ciclo, deve manter sua predominância. “A minha expectativa não é muito boa. Temos ainda o vírus tipo 2 e milhares de pessoas suscetíveis a ele, o mais agressivo, com casos mais graves”, afirma o infectologista Carlos Starling, um dos diretores da Sociedade Mineira de Infectologia.

Fonte: UAI

Saúde em Foco

Saúde em Foco

As estatísticas mostram que a codependência é um problema com ordem de grandeza de muitas casas decimais. Considerando uma população de pelo menos 304 mil pessoas abusadoras ou dependentes de álcool em Belo Horizonte, segundo a pesquisa Conhecer e Cuidar, feita pelo Centro Regional de Referência (CRR) em Drogas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), os codependentes ultrapassam os 600 mil, apenas na capital mineira.
Considerando os dados do 3° Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira, divulgado recentemente pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), pode-se inferir que a escala da codependência alcança dimensões tão gigantescas quanto o próprio território nacional. Segundo o levantamento, mais da metade dos brasileiros entre 12 e 65 anos declara ter consumido bebida alcoólica alguma vez na vida. Cerca de 46 milhões (30,1%) informaram ter consumido pelo menos uma dose nos 30 dias anteriores à pesquisa e aproximadamente 2,3 milhões de pessoas (1,5% desse grupo etário) apresentaram critérios para dependência de álcool nos 12 meses que antecederam a pesquisa. Para complicar, a substância aparece associada a outras, como o cigarro, drogas ilícitas ou medicamentos sem prescrição, em todas independentemente do nível de instrução de quem a consome.
(Fonte: Uai)

Saúde em Foco

Saúde em Foco

A doença é silenciosa, altamente contagiosa e pode trazer danos graves à saúde. Transmitida durante uma relação sexual sem preservativos, até mesmo no sexo oral e nas preliminares, a sífilis vem se alastrando rapidamente por Minas Gerais e na capital mineira, afetando até bebês, que já nascem com a doença, transmitida pela placenta.

De janeiro a agosto, foram registrados 8.235 casos de sífilis adquirida (confira quadro) no estado, o que equivale a uma média de 1.029,37 por mês, nada menos que 34,31 por dia.

(mais…)

Saúde em Foco

Saúde em Foco

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa hoje (7) em todos os postos de saúde do país. Dois grupos de pessoas estão no alvo da nova campanha. O primeiro grupo é formado por crianças de seis meses até menores de 5 anos, cuja a vacinação vai desta segunda-feira até 25 de outubro, com o Dia D no dia 19.

O segundo grupo, com faixa etária de 20 a 29 anos e que não estão com a caderneta de imunização em dia, a vacinação está prevista para iniciar no dia 18 de novembro. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 2,6 milhões de crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões adultos. Para isso, a pasta garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos. Ao todo, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para garantir o combate à doença nos municípios.

(Fonte: Agência Brasil)